Universidade Estadual da Paraíba recebe Ponto de Entrega Voluntária e passa a recolher materiais recicláveis

17 de maio de 2021

Dentro da proposta de uma gestão ambientalmente correta, a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) recebeu nesta segunda-feira (17) um coletor de resíduo sólido, conhecido como Ponto de Entrega Voluntária (PEV). A ação é fruto de uma parceria entre a Universidade e a Prefeitura Municipal de Campina Grande (PMCG), através do programa “Recicla Campina”, e aconteceu dentro das comemorações do Dia Mundial da Reciclagem. A entrega foi feita oficialmente pela coordenadora do ‘Recicla Campina’, a engenheira da Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma), Rafaela Oliveira. A professora Weruska Brasileiro Ferreira, do curso de Engenharia Sanitária e Ambiental representou a Instituição.

De acordo com a professora Weruska Brasileiro, a UEPB através do PEV vai recolher os materiais recicláveis e entregar a prefeitura que ficará encarregada de doar aos catadores de cinco cooperativas de Campina Grande. Atualmente, as cooperativas contam com 55 trabalhadores. “Com isso, evitamos o lançamento inadequado dos resíduos, contribuindo para um meio ambiente sustentável, bem como contribuindo para a renda dos catadores, explicou.

O PEV está instalado no Centro de Ciências Biológicas da Saúde (CCBS), Câmpus I, entre os prédios dos Departamentos de Psicologia e Fisioterapia. No equipamento, dividido em três compartimentos, serão depositados materiais recicláveis como jornais, revistas, folhas de papel e papelão, latas, clips, grampos, pregos, parafusos, aerossóis, copos, garrafas, canetas, sacos e sacolas. A professora Weruska ainda disse que a implantação da PEV foi um marco no Dia Mundial da Reciclagem e aconteceu dentro da Agenda Ambiental proposta pela nova gestão da UEPB.

Ela destacou a importância da ação para a questão ambiental, visto que esses resíduos têm uma longa duração no meio ambiente, o que exige a reciclagem. “Quando a gente recicla, a gente deixa de consumir os recursos naturais. Com essa diminuição, é possível manter reservas dos materiais reciclados e evitando a exploração irracional do meio ambiente”, explicou.

A coordenadora do programa “Recicla Campina”, Rafaela Oliveira, disse que a iniciativa funciona em parceria com vários empreendimentos, e visa promover a inserção econômica dos trabalhadores, conforme está previsto na Política Nacional de Resíduos Sólidos. Ela explicou que a UEPB foi a primeira universidade paraibana a ser contemplada com a instalação do PEV, enfatizando que objetivo da ação é o de garantir um espaço adequado para que a população acadêmica possa descartar corretamente os seus resíduos sólidos, contribuindo assim, para a preservação do meio ambiente. Além da UEPB, 15 PEVs estão espalhados na cidade.

A proposta é que uma vez por semana, uma equipe do programa recolha o material no ponto da UEPB e encaminhe para o galão do empreendimento na Unidade de Triagem, para posteriormente esses resíduos serem triados e reaproveitados na indústria de transformação, servindo como matéria prima alternativa para novos produtos. Rafaela Oliveira lembrou que com essa iniciativa a UEPB passou a contribuir com os trabalhadores da Cooperativa de Trabalhadores de Materiais Recicláveis (Contramare), a Cooperativa de Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis de Campina Grande (Catamais), a CAVi Velame, Cata Campina e a Associação ARENOSA.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Isis Coelho