UEPB integra projeto nacional que compartilha informações sobre Covid-19 para profissionais de Odontologia

30 de abril de 2021

Um projeto desenvolvido por um grupo formado por professores de 17 Instituições de Ensino Superior (IES), entre elas a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), está compartilhando informações científicas sobre a Covid-19. Trata-se da Rede Científica Odonto-Brasil (RECOB), que foca em informações sobre o novo coronavírus para profissionais de Odontologia. Os docentes envolvidos na iniciativa indicaram um representante para que pudesse trabalhar na divulgação de informações científicas com conteúdo voltado para cirurgiões dentistas, auxiliares e técnicos de saúde bucal.

Na Paraíba, o projeto é coordenado pelo professor da UEPB, Dmitry Sarmento, do curso de Odontologia, do Centro de Ciências, Tecnologia e Saúde (CCTS), Câmpus VIII da Instituição, localizado em Araruna. A iniciativa ainda conta com a participação dos estudantes José Martí Luna Palhano e Taynná Dantas de Arruda. Dmitry ressaltou que o momento atual de pandemia evidenciou a necessidade do compartilhamento de informações científicas certificadas e de qualidade para que as pessoas possam utilizá-las da melhor forma possível na prevenção da Covid 19.

A ação, criada por iniciativa institucional de professores universitários de Odontologia de todo o Brasil, visa construir uma rede cujo objetivo é divulgar informações sobre a Covid-19 baseadas em evidências científicas, inicialmente focadas no tema, mas que pretende manter sua atuação com outras temáticas no campo da Odontologia. O projeto é voltado para cirurgiões dentistas, auxiliares e técnicos de saúde bucal. A divulgação das atividades está sendo feita pelo Instagram com participação de alunos de graduação e pós-graduação na elaboração de conteúdos.

A proposta é que, através de postagens regulares bem elaboradas e com linguagem acessível, os profissionais que atuam na prática pública e privada, mas que não têm familiaridade com termos técnicos relacionados às metodologias científicas, possam compreender com facilidade as mensagens que serão passadas. Com isso, conforme enfatizou o professor Dmitry Sarmento, espera-se que possam melhorar o nível de biossegurança no seu ambiente de atendimento bem como serem propagadores de informações importantes sobre prevenção e cuidados durante a pandemia.

O projeto da Rede Científica Odonto-Brasil é coordenado pela professora Karem Lopez Ortega, professora-associada da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo (FOUSP). O grupo começou a ser articulado no mês de março e discute temas que surgem de dúvidas encaminhadas pelos próprios profissionais. Além da UEPB, instituições como das Universidades Federais do Paraná (UFPR), de Santa Catarina (UFSC), do Rio Grande do Sul (UFRGS), de Minas Gerais (UFMG), de Sergipe (UFS) e do Ceará (UFC) também participam da iniciativa.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Texto: Severino Lopes