Roda de conversa sobre atendimento online marca atividades da Semana do Psicólogo na Universidade Estadual

29 de agosto de 2018

Uma roda de conversa abordando a nova Resolução do Conselho Federal de Psicologia (CFP), que trata do atendimento do psicólogo de forma online, marcou as atividades, nesta quarta-feira (29), da programação alusiva a Semana do Psicólogo, realizada pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). O debate foi organizado pelo Departamento de Psicologia, em parceria com o Conselho Regional de Psicologia – 13ª Região. As informações atualizadas da nova Resolução, aprovada no último mês de maio, foram transmitidas pelos conselheiros do CRP-13, Ricardo Farias e Andreia Tavares.

A atividade, que também fez parte da agenda do Conselho em preparação para o Congresso Nacional de Psicologia, que acontece em 2019, em Brasília, aconteceu no Auditório do Departamento de Psicologia, no Câmpus de Bodocongó, e reuniu cerca de 100 pessoas entre estudantes, professores e conselheiros. Em sua explanação, Ricardo Farias mostrou como se deu a transição entre a regra anterior e a atual da Resolução, que versa sobre o atendimento online.

O conselheiro explicou que a diferença básica entre um modelo e outro é que a nova regra não limita o número de atendimentos e derruba a restrição quanto ao Atendimento Psicoterapêutico, antes permitido apenas em caráter experimental. Anteriormente, o psicólogo só podia realizar 20 sessões por pessoa durante todo o tratamento. Além dissos, cada profissional, a partir de agora, vai ser o responsável pelo atendimento online, visto que antes havia a necessidade do psicólogo ter acesso a um selo fornecido pelo CFP. “Esse novo texto normatiza um serviço que já existia, mas agora está aperfeiçoado”, frisou. Ricardo Farias observou que a preferência dos psicólogos ainda é pelo atendimento presencial, mas o online consiste em numa nova ferramenta que pode ampliar o serviço com o paciente a distância.

A assessora técnica do CRP-13, Andreia Tavares, participou do Grupo de Trabalho que tratou da elaboração da nova Resolução e disse que o novo texto muda paradigmas e facilita o acompanhamento dos pacientes. Para ela, a nova ferramenta permite um atendimento mais qualificado à população, mantendo a qualidade, a ética e o respeito ao paciente. A conselheira destacou a importância de tratar o tema com os futuros psicólogos formados pela UEPB.

Além de Ricardo Farias e Andreia Tavares, participaram do debate os conselheiros Judy Costa, Alisson Thiago Santos e Sérgio Máximo, este último coordenador do Conselho em Campina Grande. A chefe adjunta do Departamento de Psicologia da UEPB, professora Regina Nóbrega, enfatizou que o debate foi oportuno e importante para os estudantes da área prestes a se formar. Ela destacou a preocupação do Departamento em realizar uma programação conjunta com estudantes, o CRP-13 e outras instituições como forma de marcar a passagem do Dia do Psicólogo na UEPB, comemorado no dia 27 de agosto. Sobre o atendimento online, Regina ressaltou que o tema já vem sendo bastante discutido e precisa ser aprimorado para garantir um serviço qualificado a sociedade.

Coordenadora da Clínica Escola de Psicologia, a professora Carla Brandão lembrou que a programação começou no dia 27 de agosto, com uma mesa redonda sobre a formação em Psicologia, e culminou com a Semana do Psicólogo. Com uma vasta programação organizada pelo Departamento de Psicologia e pelo Centro Acadêmico, a Semana inclui palestras, mesas redondas, oficinas e mostra de arte.

Integrante do CA, o estudante Joel Lima fez um balanço positivo dos três primeiros dias do evento. “A semana tem sido um sucesso, com boa participação dos estudantes”, frisou. Na Mostra de Artes realizada no evento, foram expostos 17 desenhos do artista Lindalberto Leal, telas pintadas por estudantes do curso e exposição de poesias.

Um dos destaques também foi a mesa redonda “Saúde Mental dos Estudantes de Psicologia”, com a professora Laércia Maria Bertulino de Medeiros e a psicóloga Renata Oliveira dos Santos, bem como a mesa redonda “Artes e Psicologia: Diálogos possíveis”, conduzida pelo professor Jorge Dellane da Silva Brito e pela professora Thelma Maria Grisi Veloso, além do graduando Marcos Cândido e do psicólogo Felipe Zeferino. O evento será encerrado na sexta-feira (31), com a palestra “Relacionamentos abusivos: 11 anos da Lei Maria da Penha”, que será ministrada pela psicóloga Joana Christina de Souza Brito.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Márcia Dias