Núcleo de Extensão Rural do Câmpus II da UEPB promove seminário sobre revitalização da batata agroecológica

21 de novembro de 2017

Uma experiência exitosa de plantio de batata agroecológica, desenvolvida no Território da Borborema com apoio da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), por meio do Centro de Ciências Agrárias Ambientais (CCAA) do Câmpus II, de Lagoa Seca, tem impulsionado a economia local e fortalecido a agricultura familiar.

Para socializar os resultados das novas pesquisas do projeto, fazer um balanço sobre os trabalhos em andamento e planejar as atividades para 2018, a UEPB, através do Núcleo de Extensão Rural Agroecológica por meio do (NERA), em parceria com a Comissão Territorial da Batata Agroecológica no trabalho de Revitalização da Batata Agroecológica e com a AS-PTA/Polo da Borborema, realiza nesta quarta-feira (22), o 2º Seminário Revitalização da Batata Agroecológica, que conta com apoio do Banco do Nordeste.

O evento acontecerá no CCAA, a partir das 8h30, e reunirá estudantes, professores, produtores de batata, integrantes da Comissão Territorial da Batata Agroecológica e representantes da Empresa Estadual de Pesquisa Agropecuária (Emepa), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba (Emater-PB), entre outros órgãos.

Desde o ano de 2014 a UEPB, por meio do NERA, é parceira da Comissão Territorial da Batata Agroecológica no trabalho de Revitalização da Batata Agroecológica. A Comissão é formada pela AS-PTA (Agricultura Familiar e Agroecologia), Polo Sindical da Borborema, EMATER, EMEPA, Banco do Nordeste, Secretaria de Estado do Desenvolvimento Agropecuário da Paraíba (SEDAP) e Universidade Estadual da Paraíba.

A Comissão Territorial vem acompanhando todo o processo de revitalização da batata agroecológica. O objetivo é construir uma abordagem participativa em todo o processo de negociação política no trabalho, fortalecendo a formação das famílias agricultoras, produção, comercialização e planejamento das próximas etapas, inclusive repensando como adquirir outras variedades de batata importantes para região da Borborema

O projeto do NERA/UEPB, coordenado pela professora Élida Correa, faz parte do programa de extensão “Agroecologia e o diálogo de saberes na universidade: ações do núcleo de extensão rural agroecológica em territórios paraibanos (NERA)”. A iniciativa intitulada “Capacitação de agricultores no cultivo da batatinha agroecológica quanto ao manejo de pragas e doenças” vem realizando o diagnóstico das pragas e doenças que ocorrem nos campos de produção de batata agroecológica do agreste paraibano e a capacitação quanto ao manejo ecológico das pragas e doenças.

Essa açãosurgiu a partir da demanda das famílias agricultoras que estavam sofrendo danos econômicos devido à incidência de doenças nos campos de produção de batata agroecológica. O 1º Seminário Revitalização da Batata Agroecológica foi realizado em 2015, no Convento Ipuarana, em Lagoa Seca, com o objetivo de fazer um balanço sobre os impactos da revitalização da batata agroecológica na região.

Texto: Severino Lopes