Laboratório de Matemática da UEPB realiza minicurso sobre poliedros através de dobraduras

18 de outubro de 2017

Será realizado no próximo dia 26 de outubro, no Laboratório de Matemática da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), um minicurso sobre Poliedros através de dobraduras. O evento, que faz parte de um dos projetos de extensão do Centro de Ciências e Tecnologias (CCT), acontece das 14h às 18h e terá como ministrantes o professor Alexandre Nelson de Castro Sousa e a professora Kátia Maria de Medeiros.

O minicurso tem como público-alvo professores da Educação Básica e graduandos de Licenciatura em Pedagogia e Matemática. No total, estão sendo ofertadas 30 vagas e as inscrições podem ser feitas Secretaria do Departamento de Matemática, no Câmpus de Bodocongó, em Campina Grande. Os participantes receberão certificados emitidos pela Pró-Reitoria de Extensão (PROEX).

Os poliedros são um importante conteúdo da Geometria Espacial Euclidiana, que pode ser abordado com diferentes recursos didáticos e metodologias. Segundo a professora Kátia Maria de Medeiros, coordenadora do Laboratório de Matemática, o minicurso vai explorar as dobraduras de papel como recurso didático.

Inicialmente, será feita uma apresentação de como se deu a origem da dobradura de papel, seguida de apresentação e classificação dos poliedros. Na sequência serão apresentadas as primeiras atividades com dobradura em papel no Brasil e suas primeiras aplicações em sala de aula.

“Teremos a apresentação do método a ser utilizado para a confecção de poliedros através da dobradura de papel em módulos de encaixe. Teremos uma breve revisão a respeito de poliedros e suas classificações. Apresentaremos os poliedros regulares e os elementos que o compõem”, explicou professora Kátia.

Na parte prática, o minicurso terá duas atividades. Na primeira será produzido o Tetraedro através da dobradura de papel com a confecção do triângulo equilátero e seu módulo encaixante. Na segunda será confeccionado o hexaedro regular, comumente chamado de cubo, através da produção do paralelogramo encaixante.

 

Texto: Severino Lopes