“Internet das coisas” será tema de palestra promovida pelo Núcleo de Tecnologias Estratégicas em Saúde

2 de junho de 2016

O Núcleo de Tecnologias Estratégicas em Saúde (NUTES) da Universidade Estadual da Paraíba(UEPB), em parceria com o Centro de Informática e o Laboratório de Sistemas Embarcados e Robótica (LaSER) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), realiza na próxima quarta-feira (8) a palestra “A internet das coisas que eu posso criar”, a ser ministrada por Rubem Saldanha, da empresa Intel Educação.

A atividade, gratuita, ocorre no Auditório do Biblioteca Central da UEPB, a partir das 9h30, e é aberta a estudantes, professores e profissionais da computação. Entre as diversas funcionalidades proporcionadas pela internet das coisas estão o controle do consumo de água e de eletricidade pelo celular, aparelhos com reconhecimento de voz, conexão bluetooth via smartphone que destrancam a porta sem precisar de chaves, acionamento de diversos equipamentos através do smartphone.

Estas experiências estão revolucionando os limites entre o mundo físico e virtual, promovendo experiências incríveis que vão facilitam o dia a dia de quem aderir a esta nova tendência mundial. Em relação ao mercado mundial de residências inteligentes, a Associação de Tecnologia para Consumidores (CTA) estima um faturamento de US$ 1,2 bilhão em 2016, crescimento de 21% em relação ao ano passado, considerando-se apenas aparelhos como sensores e fechaduras, o que indica que essa realidade está mais próxima do que imaginamos.

Entre as abordagens de Rubem Saldanha está o que os profissionais e estudantes da área de computação podem fazer para desenvolver pesquisas e produtos sobre o tema, além de apresentação sobre o que a Intel está produzindo relacionado à internet das coisas. A palestra faz parte dos preparativos para o 6º Simpósio Brasileiro de Engenharia de Sistemas Computacionais (SBESC), que acontecerá em João Pessoa entre os dias 1º e 4 de novembro.

O palestrante

Rubem Saldanha é gerente de educação superior da Intel Semicondutores do Brasil. Formado em Ciências da Computação pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e mestre em Novas Tecnologias Aplicadas ao Currículo pela PUC-SP. Trabalha com suporte ao desenvolvimento de atividades curriculares nas universidades brasileiras. Já atuou no Instituto Ayrton Senna, na Microsoft e TV Cultura.

Texto: Leonardo Alves