Integrantes de projeto de extensão do Câmpus de Patos conquistam medalhas em Campeonato Paraibano de Karatê

22 de junho de 2016

trofeu1

Oito integrantes do projeto de extensão “Utilização do Karatê como Instrumento de Inclusão Social da Universidade Estadual da Paraíba”, desenvolvido no Câmpus VII da Instituição, em Patos, conquistaram 10 medalhas no 34º Campeonato Paraibano de Karatê, realizado no último dia 19 de junho, na cidade de Patos. Eles competiram nas categorias senior, kata e kumitê.

A competição contou com a participação de atletas de várias associações e presença de autoridades, como o presidente da Confederação Brasileira de Karatê, Luiz Carlos; o presidente da Federação Paraibana de Karatê, José Targino; e o presidente Interino da Federação Paraibana de Karatê, o professor Jurandir Olímpio.

O desempenho dos atletas da UEPB surpreendeu. Os atletas Édipo Abner e Natália Érika Laurentino, do curso de Física, e Rosália Oliveira, do curso de Administração, foram campeões de kumitê.  Natália Érika e Rosália Oliveira também conquistaram, respectivamente, terceiro e segundo lugares na modalidade kata.

trofeu2

O professor do curso de Bacharelado em Administração, Odilon Avelino; o atleta Renê Pergentino e a atleta Sara Cordeiro conquistaram o segundo lugar de kumite em suas categorias, master e senior, respectivamente. Em uma competição vitoriosa para o Câmpus VII, os atletas Erivaldo Cordeiro e Paulo Renato conquistaram o terceiro lugar nas categorias senior e infantil, respectivamente.

A Universidade Estadual da Paraíba, além de ceder o local para a realização do evento, deu total apoio para garantir o sucesso da competição, doando inclusive as medalhas que serviram de premiação. O evento foi realizado pela Federação Paraibana de Karatê e contou também com o apoio da Associação de Karatê Kiai (ASKAKI), com a Prefeitura Municipal de Patos e a Indústria de Calçados Carreiros.

O projeto de extensão “Utilização do Karatê como Instrumento de Inclusão Social da Universidade Estadual da Paraíba”, que já funciona há oito anos, vem crescendo a cada dia e trazendo resultados positivos para a cidade de Patos. A pretensão do professor Odilon Avelino, idealizador da iniciativa, é expandir o projeto para outras áreas da cidade através das escolas e para outras cidades do Sertão.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação