Estudantes de Educação Física promovem apresentações rítmicas em 7º Festival de Ginástica

20 de outubro de 2016

Como resultado dos conteúdos adquiridos de forma teórica e prática durante todo o semestre, os estudantes do 4º, 5º e 6º períodos do curso de Educação Física da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) promoveram nesta quinta-feira (20), apresentações de trabalhos e espetáculos rítmicos dentro do 7º Festival de Ginástica e do 1º Festival de Cultura Corporal do DEF. Os eventos reuniram alunos, ex-alunos e professores com o objetivo de discutir sobre os conceitos de ginástica e cultura corporal.

Este ano, o festival foi divido em três etapas, sendo a primeira delas destinada para a discussão teórica; outra voltada para a apresentação de banners; e a terceira reservada para as apresentações de danças e espetáculos rítmicos. As atividades começaram às 8h, com a realização de mesa redonda sobre as práticas pedagógicas na Educação Física, especificamente, no campo da ginástica. Com o tema “Ginástica e cultura corporal: a experiência de professores nas aulas de Educação Física”, a discussão foi comandada pelo professor Josemário Silva e coordenada pelo professor do DEF, Jeimison Macieira.

Ex-aluno do Curso de Educação Física da UEPB, o professor Josemário Silva apresentou para os futuros profissionais da área uma experiência desenvolvida na Escola Estadual Professor Lordão, em Picuí, no Curimataú paraibano. Por conta desse projeto, nascido nos festivais do DEF, o professor Josemário ganhou por dois anos consecutivos o prêmio “Mestre da Educação”. Ele explicou que o projeto Ginástica na Escola, apresentado na escola de Picuí desde 2013, quando as escolas estaduais passaram a ser integradas através do Programa de Ensino Médio Inovador (PROEMI), ajudou a mudar parte da realidade local. Ele contou que implantar o projeto foi um desafio, mas rendeu bons frutos. Hoje a ginástica é praticamente a única atividade prática desenvolvida dentro do educandário.

Após a mesa redonda, os alunos dos componentes curriculares de ginástica rítmica, artística e de academia apresentaram os trabalhos em forma de banners. Ao todo, foram expostos 10 artigos científicos. Um dos destaques foi o trabalho “O trato da ginástica enquanto conteúdo nas aulas de Educação Física das escolas públicas estaduais do município de Areia”. A pesquisa foi desenvolvida pelos estudantes Márcio Kleyson de Sousa Silva, Sandra Nascimento Souza e Caio de Souza Ferreira, na quatro escolas estaduais do município. Como resultado, os estudantes identificaram que as escolas não trabalham devidamente a ginástica com seus alunos.

Outro trabalho bem visitado foi “Metodologias de Ensino e o Conteúdo Ginástica: Iniciando o Diálogo”, realizado pelos acadêmicos José Odilon Ramos Pereira, Gabriel de Souza Cunha e Mateus Martins Pereira. O auge dos festivais aconteceu na parte da tarde, com as apresentações de danças no Ginásio de Esportes do DEF. Distribuídos em vários grupos, eles realizaram apresentações de espetáculos de ginástica rítmica, ginástica artística, dança e luta.

De acordo com o professor Jeimison Macieira, coordenador dos festivais, a proposta é que todos os elementos da cultura corporal fossem incorporadas nas apresentações, a exemplo do jogo, da luta, da dança e dos esportes. “Procuramos envolver elementos ligados às práticas esportivas desenvolvidas ao longo do período letivo”, explicou.

Estudante do 5º período, José Odilon Ramos disse que os eventos oportunizaram aos futuros profissionais de Educação Física exporem de forma prática os conteúdos adquiridos em sala de aula ao longo do semestre. Ele ressaltou que além de unir a parte prática a teórica, os eventos ainda serviram como momento de confraternização. O Festival de Ginástica acontece desde o período letivo 2013.1 e tem como objetivo ser uma síntese do trabalho pedagógico desenvolvido pelos estudantes ao longo do período letivo, nas disciplinas de ginástica.

“O festival é o final de um processo que durou todo o semestre. Os alunos passaram pelos componentes curriculares em experiências teóricas, pedagógicas e didáticas, e essas experiências são apresentadas nesse festival”, explicou o professor Jeimison Macieira. Ele ressaltou que o Festival de Cultura Corporal foi incorporado no evento com o propósito de alavancar o enriquecimento dos elementos trabalhados na Educação Física Escolar, através da cultura corporal. O Festival de Ginástica ainda serve como base para a ampliação do conhecimento ginástico dentro e fora da Universidade, uma vez que muitos dos alunos que se formaram na UEPB levaram suas experiências para escolas do interior e voltaram com o resultado do seu trabalho. Além do professor Jeimison Maceira, coordenaram o festival as professoras Mirian Werba e Regimênia Carvalho.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Franklin Bonfim e Givaldo Cavalcanti