Dia do Psicólogo será comemorado na Universidade Estadual da Paraíba com série de atividades acadêmicas

9 de agosto de 2019

Como forma de comemorar o Dia Psicólogo, celebrado em 27 de agosto, o Departamento de Psicologia da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) realizará uma série de atividades visando destacar a importância desse profissional nos dias atuais. As atividades serão realizadas nos dias 12, 20 e 28 de agosto, no Auditório de Psicologia, no Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), Câmpus de Bodocongó, em Campina Grande.

No dia 12, a partir das 13h, acontece a mesa redonda “Produção e Documentos Psicológicos: Experiências na avaliação psicológica, saúde mental e psicologia jurídica”, a ser conduzida pelas psicólogas Silvana Lacerda, Ana Kalline Castor e pelo professor e psicólogo Vinícius Soares. Após a mesa redonda, às 15h, será proferida a palestra “Espaço, cultura, tecnologia e suas relações com a Psicologia”, pelo professor Pedro Henrique Fernandes de Cristo.

A programação alusiva ao “Agosto da Psicologia” prossegue no dia 20,com a realização dos minicursos “Atuação do Psicólogo no campo da saúde mental e trabalho”, a ser ministrado pela professora e psicóloga Valéria Morais da Silveira Sousa, e “Atualizações em TEA (Transtornos Especto Autista): Práticas com a Terapia ABA”, com as psicólogas Talita Linhares e Emillyn Guimarães. Será ministrado ainda o minicurso “Integração, Escola e Sociedade: desafios e propostas do psicólogo educacional”, sob a responsabilidade da psicóloga Tayuana Cláudia de Lima Sousa.

As atividades serão encerradas no dia 28 de agosto, a partir das 13h, com a mesa redonda “Saberes e práticas do psicólogo em diversos contextos da atualidade”. A atividade será comandada pela psicóloga Ana Cristina Rabelo Loureiro, pela professora Josevânia da Silva e pelo professor Edivan Gonçalves da Silva Junior. Em seguida, será realizada uma feira cultural, com vendas de peças de artesanato produzidos por alunos do curso, comidas típicas e apresentações musicais.

Uma das responsáveis pela organização do evento, professora Carla Brandão lembra que os primórdios da Psicologia brasileira encontram-se situados no início do século XX, com a criação do Laboratório para Cursos de Psicologia Geral e Clínica, no Instituto de Educação, em 1911, no Rio de Janeiro. Entretanto, foi a partir da Lei nº 4.119, de 27 de agosto de 1962, que a profissão de psicólogo passou a ser regulamentada.

Ao longo destes 57 anos, a Psicologia expandiu seu campo de atuação, estudos e pesquisas tornando-se mais acessível e próxima da realidade brasileira e das demandas emergentes nos diversos contextos, constituindo-se, como uma profissão que busca promover a saúde das pessoas tanto por intervenções individuais direcionadas a formas específicas de tratamento e cuidados como meio de intervenções amplas orientadas à garantia de direitos humanos e sociais, considerados fundamentais para a promoção do bem-estar, qualidade de vida, cidadania, desenvolvimento e saúde mental.

As atividades científicas e culturais serão realizadas em parceria com o Conselho Regional de Psicologia – 13ª Região e conta com apoio do Centro Acadêmico de Psicologia.

Texto: Severino Lopes