Dia do Administrador é celebrado no CCEA com série de palestras sobre valorização profissional

20 de setembro de 2017

Em comemoração ao Dia do Administrador, celebrado no Brasil em 9 de setembro, a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), através do curso de Administração do Centro de Ciências Exatas e Sociais Aplicadas (CCEA), com apoio do Conselho Regional e Conselho Federal de Administração, realizou segunda-feira (18), no Auditório Celso Furtado do Câmpus VII, em Patos, o ciclo de palestras com o tema “A valorização Profissional do Administrador”. O evento reuniu alunos, professores, administradores e autoridades da área, abordando assuntos de grande relevância para os futuros profissionais.

A programação foi aberta pela coordenadora do curso, professora Ayalla Cândido Freire, que discutiu a valorização profissional e o importante papel do administrador enquanto gestor organizacional e agente de transformação social, diante do contexto da atual conjuntura do país. “Cada um de nós tem uma responsabilidade nesse contexto, não só como gestor de organizações públicas, mas como gestor social. Por isso é muito pertinente e necessário discutirmos sobre a nossa responsabilidade no atual contexto nacional e refletirmos sobre a utopia como incentivadora na busca por um mundo melhor”, ressaltou Ayalla.

O Diretor do CCEA, professor Adriano Homero, falou sobre a missão da Universidade e a importância do curso e dos administradores como protagonistas, não só no contexto organizacional, mas, também, na transformação de pessoas associada ao processo de desenvolvimento socioeconômico, político e cultural para o bem comum. Adriano destacou ainda a competência técnica do curso e a importância da Universidade para região.

“Fazemos parte de uma Universidade Pública, localizada no Sertão da Paraíba, área de tantos problemas políticos, econômicos e sociais, mas com grande potencial técnico. No contexto problemático em que o país vive, é de extrema importância a discussão além da responsabilidade e competência técnica, mas do agente social e sua conduta moral e ética no processo de transformação do meio, contribuindo na condição de melhoramentos existenciais. Neste debate reafirmamos a responsabilidade social da Instituição eticamente comprometida com a dinâmica do desenvolvimento social”, disse o diretor do CCEA.

Odilon Avelino, diretor adjunto do Centro, fez considerações a respeito do profissional administrador enquanto gestor social em um conceito que vai além do viés tecnicista da administração, mas que incorpora a utilização e aplicação de princípios e técnicas à valores éticos e morais para o desenvolvimento da sociedade. “É muito pertinente nesse momento, socioeconômico e político do país, refletirmos, no âmbito de atuação profissional, sobre o que podemos fazer para que tenhamos uma sociedade melhor. Eu acredito que nós, enquanto agentes sociais, devemos conduzir de forma ética as organizações e ter uma atuação comprometida com o bem-estar coletivo”, afirmou.

A palestra de abertura teve início às 10h e foi ministrada pelo Pró-reitor adjunto de Pós-Graduação e Pesquisa da UEPB, professor Cidoval Morais de Sousa. Intitulada “Utopias para um mundo melhor – um outro Brasil é possível?”, o professor destacou em seu discurso uma conjuntura marcada por problemas pautados na descaracterização de valores e no resultado da falta de percepção crítica e engajamento político, essenciais no processo de transformação social.

A palestra instigou a reflexão mobilizadora e impulsionadora da inversão da realidade contemporânea, contribuindo para reabilitação crítica de uma outra sociedade, baseada em preceitos justos e na participação de instituições político-econômicas verdadeiramente envolvidas com o bem viver coletivo. “Não existe gestão pública num país em que o Estado não seja interventor. Não existe gestão para o bem-estar social sem a presença do Estado”, concluiu Cidoval.

À noite, também no auditório Celso Furtado, o diretor de Desenvolvimento Institucional e Profissional do Conselho Regional de Administração (CRA-PB), Paulo Adriano da Silva Carvalho, falou sobre a importância dos Conselhos como organizações disciplinadoras do exercício das profissões e as ações que os Conselhos Federal e Regional de Administração (CFA e CRA-PB) estão realizando para o fortalecimento da classe profissional.

O encerramento do evento ficou na responsabilidade do administrador Manoel Messias Gomes Pedrosa Junior, que proferiu a palestra “A valorização Profissional do Administrador”, e que na oportunidade abordou a importância e o reconhecimento à profissão para a sociedade, destacando alguns princípios e elementos que não podem faltar aos bons administradores. Junior Pedrosa falou também sobre a representatividade dos Conselhos, a mobilização da categoria e o atual perfil do mercado de trabalho para os profissionais graduados e registrados no seu respectivo Conselho.

 

Texto e fotos: Tatiany Escarião