Coordenação Pedagógica da PROEX visita projetos extensionistas da Universidade Estadual em Araruna

29 de março de 2016

A Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) está cada vez mais próxima da sociedade e cumprindo um dos seus papéis, que é levar serviço gratuito de qualidade à população e mudar a realidade da região. Em Araruna, os projetos de extensão tem contribuído para elevar a qualidade de vida das pessoas e apontar para um horizonte melhor. Foi o que atestou a coordenadora pedagógica da Pró-Reitoria de Extensão (PROEX), Fabiana Xavier Costa, em visita aos projetos e programas extensionistas da Instituição, desenvolvidos por alunos e professores do Centro de Ciências, Tecnologia e Saúde (CCTS) do Câmpus VIII.

Na visita realizada no dia 16 de março, por determinação do pró-reitor José Pereira da Silva, a professora Fabiana conheceu de perto os projetos de extensão em funcionamento e sua interferência na sociedade. Mais de 20 iniciativas foram visitadas e, segundo Fabiana, alguns professores coordenam até três ações extensionistas simultaneamente. Em cada projeto visitado, a professora conversou com os responsáveis e a população e ao término produziu um relatório sobre as atividades e os seus benefícios em prol da população local nos campos da Odontologia, Engenharia Civil, Educação e Meio Ambiente.

Visitas PROEX Araruna (4)

Um dos projetos visitados foi o “Sorrindo Sem Cárie: Diversão e Informação para uma Saúde Bucal Saudável”. Coordenado pelo professor Fernando Antônio de Farias Aires Júnior, o projeto é desenvolvido nas creches das zonas urbana e rural do município de Araruna, em parceria com uma rádio local. O projeto tem como relevância social promover educação em saúde bucal com a aplicação de meios lúdicos, tornando a mudança de comportamento quanto aos cuidados com a saúde bucal mais eficiente, além de divertida.

A equipe da PROEX também visitou o projeto de extensão “Promoção da Educação Ambiental em Escolas Públicas do Município de Araruna”. A iniciativa, coordenada pela professora Ana Paula Araújo Almeida, é desenvolvida em escolas públicas da cidade, se constituindo em uma ação de grane alcance social. Em seu relatório, a professora Fabiana ressaltou que a educação formal continua sendo um espaço importante para o desenvolvimento de valores e atitudes comprometidas com a sustentabilidade ecológica e social.

Na área da Construção Civil, o destaque fica por conta do projeto “Gestão de Resíduos: Um Panorama do Câmpus VIII”. Coordenado pela professora Ana Paula Araújo Almeida, o projeto visa a elaboração de um Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, através da realização do levantamento dos tipos de resíduos gerados, classificação e quantificação desses resíduos, localização dos pontos de geração, formas de coleta e destinação final.

Ainda nesta área, foi visitando o projeto de extensão “Segurança do Trabalho e o Meio Ambiente em Obras: Uma Análise na Microregião do Curimataú Oriental”. Coordenado pelo professor Laércio Leal dos Santos, o projeto vista capacitar os alunos para o conhecimento, aplicação e fiscalização do uso de equipamentos de segurança em obras de engenharia, bem como disseminar informações aos trabalhadores da área sobre como utilizar os equipamentos de segurança de forma adequada.

Visitas PROEX Araruna (8)

A equipe da PROEX também conheceu o projeto “Inserção do Laboratório de Química como Ferramenta Complementar na Construção Intelectual dos Alunos da Rede Pública de Araruna”. A iniciativa também é coordenada pela professora Ana Paula Araújo Almeida e tem o propósito de implantar aulas práticas de Química no laboratório do Câmpus VIII para alunos da rede pública de ensino do município. A proposta é estender o conhecimento adquirido na sala de aula para um nível experimental e prático.

Na área da Informática, a professora Fabiana viu de perto o andamento do programa “Informática Solidária”, coordenado pelo professor Laércio Leal dos Santos, que tem como meta capacitar crianças, jovens e adultos que nunca tiveram contato com a informática, bem como professores, com a utilização de softwares livres voltados aos estudos e aprimoramento de seus conhecimentos e que podem ser utilizados por eles em suas aulas. A ação visa ainda capacitar alunos da graduação, bem como da comunidade em softwares de desenho e de programação.

A equipe da PROEX conheceu ainda outras ações extensionistas que têm mudando a realidade de Araruna. O mesmo trabalho já foi feito nos câmpus de Campina Grande e Catolé do Rocha. O próximo Câmpus a ser visitado será o de Patos, no mês de abril, em data a ser definida pela Coordenação Pedagógica da PROEX. Veja mais fotos das visitas feitas pela equipe da PROEX clicando AQUI.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação