CCEA encerra colações de grau 2016.1 formando profissionais nas áreas de Administração e Ciências Exatas

17 de novembro de 2016

O Câmpus VII da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado na cidade de Patos, foi o responsável por encerrar o ciclo de solenidades de Colação de Grau do semestre 2016.1 da Instituição. A noite desta quarta-feira (16) foi especial para 74 estudantes que concluíram os cursos de Bacharelado em Administração, Licenciatura em Ciências Exatas com habilitação em Matemática e Química, e ainda Licenciatura em Computação do Centro de Ciências Exatas e Sociais Aplicadas (CCEA).

Com o auditório do Sebrae lotado por familiares e amigos, os formandos se acomodaram, assistiram a entrada da congregação de professores do Centro e logo em seguida realizaram o juramento que foi proferido pela estudante Maria Aparecida Nóbrega de Souza, do curso de Administração. Após esse momento, a palavra foi concedida a Marianne Félix da Silva, concluinte do curso de Licenciatura em Computação, eleita Oradora Oficial das turmas.

Em seu discurso, Marianne agradeceu a oportunidade que a UEPB deu à vida de todos os alunos e destacou que o momento de encerramento de curso significa, na verdade, um novo ponto de partida. Segundo ela, uma nova caminhada cheia de oportunidades está sendo iniciada por todos os alunos que terão novas histórias para construir e novos horizontes para alcançar.

“Quero também agradecer a nossos mestres e aos nossos pais. Sem eles não teríamos chegado até aqui. Os professores, que se dedicaram na nossa formação, e os nossos pais e mães que entenderam nossas ausências, nos incentivaram e ensinaram valores como a ética e a moral. Nesse momento eu convido a todos a plantarem a semente do questionar e a da busca pelo conhecimento. Que possamos carregar o sentimento de gratidão, que traz felicidade para que sigamos sempre em frente em busca dos nossos objetivos”, disse a Oradora.

O paraninfo das turmas 2016.1 do Câmpus VII foi o professor de Química, Ilauro de Souza Lima. Com vários anos dedicados à docência na UEPB, Ilauro não escondeu a emoção e honra por ter sido escolhido paraninfo e, em suas palavras, tratou de incentivar ainda mais os formandos a seguirem o caminho que começaram. “Seja qual for o destino de vocês, todo o estudo e dedicação valerão todo o sacrifício. Vocês fazem parte da quinta melhor Universidade Estadual do Nordeste, por isso não importa aonde vocês irão. Honrem suas profissões levando justiça social e conhecimento à sociedade”, disse o professor.

Antes do discurso do pró-reitor de Graduação da UEPB, Eli Brandão, que na oportunidade representou o reitor Rangel Junior, o aluno Tássio Torres Medeiros de Figueiredo, do curso de Administração, fez uma homenagem in memoriam a todos os pais e mães dos estudantes do CCEA, que não tiveram a oportunidade de vivenciar esse momento de vitória dos jovens formandos. Após um discurso bastante emocionado, o estudante foi aplaudido de pé por todos os presentes.

Após desejar que todos os concluintes sejam bem sucedidos em suas profissões, o professor Eli Brandão lembrou o momento histórico que a UEPB vivencia esse ano, por ocasião das comemorações do jubileu de ouro da Instituição, que durante 50 anos vem produzindo e compartilhando saberes, formando cidadãos e contribuindo para o desenvolvimento não só da Paraíba, mas também do Brasil. Ele ainda destacou o momento delicado que a educação pública está passando e pediu para que todos que estão se formando não percam a esperança em construir um mundo melhor.

“Estamos passando por um período complexo de retenção de recursos e medidas que ameaçam a educação pública. Nesse momento, vocês são privilegiados por estarem vivenciando esse momento em uma Universidade pública que investe na formação social e que presta contas pelo seu serviço. Por destacar isso, eu não quero desanimá-los, e sim encorajá-los e renovar a educação e a nunca perderem a esperança”, afirmou.

O diretor do CCEA, professor Adriano Romero Vital Pereira, também parabenizou os concluintes e destacou a importância desse momento de colação de grau. “A partir de agora são muitas novas conquistas, que assim como essa não serão gratuitas. Serão com bastante esforço e lutas históricas que todos vocês terão que travar. Desejo que cada um seja imprescindível e comprometido em superar os problemas da sociedade, principalmente com os menos favorecidos”, destacou o diretor.

Para a conferência do grau acadêmico foram chamados alunos que representaram todos os formandos em seus respectivos cursos. Erika de Amorim Batista, representante dos formandos em Administração, recebeu o grau da professora Sibele Thaise Viana Guimarães. Annattiely Kell Farias Santos, representante dos alunos de Ciências Exatas com habilitação em Matemática, e Bruno Pires Almeida de Sousa, representante dos formandos com habilitação em Química, receberam o grau acadêmico da professora Soraya Carvalho de Souza. Já Ana Klyvia Ferreira Rodrigues, representou o curso de Computação e recebeu o grau do professor Rodrigo Alves Costa.

A mesa solene da colação de grau acadêmico do Câmpus VII foi formada pelo professor Eli Brandão, pró-reitor de Graduação da UEPB; professor Adriano Homero Vital Pereira, diretor do CCEA; Ilauro de Souza Lima, paraninfo das turmas; professor Odilon Avelino da Cunha, diretor adjunto do CCEA; professora Sibele Thaise Viana Guimarães, coordenadora adjunta do curso de Adminstração; professora Soraya Carvalho de Souza, coordenadora do curso de Ciências Exatas; professor Rodrigo Alves Costa, coordenador do curso de Computação; Angélica de Lucena Nóbrega, pró-reitora adjunta de Gestão Administrativa da UEPB; e representando o comando da Polícia Militar, o aspirante Franklin Delano.

Texto: Givaldo Cavalcanti
Fotos: Paizinha Lemos