Gestores do Câmpus II e do CREA se reúnem para debater sobre registro profissional do agroécologo

9 de junho de 2016

CCAA e CREA (1)

O Câmpus II da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado em Lagoa Seca, recebeu na última quarta-feira (8) a visita de representantes do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Paraíba (CREA-PB), que participaram de uma reunião junto com a coordenação do Bacharelado em Agroecologia, para tratar de questões relacionadas ao credenciamento do referido curso.

A equipe da Câmara de Agronomia do CREA-PB, composta pelos engenheiros agrônomos José Humberto de Albuquerque, Roberto Wagner Cavalcante, Raimundo Nonato e Maria Sallydelândia Sobral, enfatizaram que estão empenhados para que o credenciamento seja aprovado, esclareceram os gestores do curso sobre os trâmites do processo, bem como solicitaram alguns documentos complementares e detalhamentos sobre as competências do bacharel em Agroecologia formado pela UEPB.

O Bacharelado em Agroecologia da Universidade Estadual foi criado em 2007, pela Resolução UEPB/Consuni/005/2007 e teve sua primeira turma concluída em 2012. No ano seguinte, após o registro do curso no Conselho Estadual de Educação da Paraíba, foi dado entrada no CREA-PB do processo para Registro Profissional do Bacharel em Agroecologia. Agora, o processo passará pela Câmara Especializada de Agronomia na próxima segunda-feira (13) e seguir para votação na Plenária do CREA-PB no dia 11 de julho. Após esses procedimentos, será encaminhado ao Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), em Brasília (DF).

A UEPB já formou quatro turmas de Agroecologia. De acordo com a professora Shirleyde Santos, coordenadora do Bacharelado em Agroecologia da UEPB, “este credenciamento representa não só a possibilidade de Registro Profissional para os egressos do curso de Agroecologia, como também o empoderamento destes profissionais que querem trabalhar por um meio rural sustentável e socialmente justo”.

Texto: Tatiana Brandão
Fotos: Divulgação