Atividades acadêmicas e culturais marcam comemorações dos 10 anos de criação do Câmpus VI da UEPB

29 de agosto de 2016

Localizado no Cariri paraibano, o Centro de Ciências Humanas e Exatas (CCHE) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) está completando 10 anos de existência. Para marcar o aniversário, a direção do Câmpus VI elaborou uma série de atividades que acontecerá de 30 de agosto a 1º de setembro. Ao longo desses três dias haverá uma exposição de banners que visa mostrar os projetos de extensão, ensino e pesquisa realizados no CCHE.

As celebrações de uma década de bons serviços prestados à comunidade do Cariri paraibano começam nesta terça (3), às 19h, com uma palestra a ser ministrada pelo poeta Marco di Aurélio. Ele proferiu a aula magna na criação do Câmpus VI há 10 anos. Na quarta-feira (31), a partir das 19h, os professores da UEPB  Luciano Albino e Roberto Rondon integrarão a mesa-redonda “Universidade, sociedade e interiorização”. As duas atividades ocorrem no Auditório do CCHE e devem contar com a presença de professores, técnicos e estudantes da Instituição.

As atividades terão o ponto alto no dia 1º de setembro, na praça João Pessoa, quando acontecerá o show com o cantor Dejinha de Monteiro. As atividades comemorativas vão se prolongar ao longo deste ano com a realização de um torneio esportivo e lançamento de selo comemorativo.

Criado em junho de 2006, Centro de Ciências Humanas e Exatas foi fruto da política de interiorização da Universidade Estadual da Paraíba e recebeu o nome de Câmpus Pinto do Monteiro, em homenagem ao bardo do Cariri, ícone da cultura popular. Atualmente, no CCHE, funcionam quatro cursos de licenciatura (Língua Portuguesa, Língua Espanhola, Matemática e Educação Física – este último por meio do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica – PARFOR), bem como um bacharelado em Ciências Contábeis.

A criação do Câmpus VI, segundo o diretor Marcelo Medeiros da Silva, atendeu a uma demanda histórica do município de Monteiro e de outros municípios adjacentes que necessitavam de uma instituição que pudesse oferecer à população um ensino público gratuito e de qualidade. Os cursos oferecidos pelo Centro,  ao longo de uma década de funcionamento, vêm entregando à sociedade paraibana profissionais competentes que têm promovido mudanças significativas nas áreas paras as quais foram formados.

Ao longo de 10 anos, o CCHE tem procurado garantir excelência no ensino ofertado à população de Monteiro e cidades circunvizinhas bem como tem desenvolvido ações culturais relevantes, atendendo ao princípio da educação pública de qualidade e alicerçada no respeito à diversidade e pluralidade cultural. O Câmpus tem contribuído para o desenvolvimento socioeconômico de uma das regiões mais importantes da Paraíba. A chegada da Universidade Estadual no Cariri paraibano levou desenvolvimento a Monteiro. Desde que foi instalado, há uma década, o Câmpus atraiu investimentos e mudou a realidade local, contribuindo para o desenvolvimento socioeconômico de uma das regiões mais importantes da Paraíba.

Texto: Severino Lopes