Alunos do 8º período de Enfermagem promovem palestra com mulheres que superaram o câncer de mama

20 de outubro de 2016

Dentro das atividades do Outubro Rosa que estão sendo realizadas por diversos cursos da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), alunos do 8º período de Enfermagem organizaram uma palestra na tarde desta quarta-feira (19), no hall do Departamento, para ampliar as discussões e tratar sobre o tema câncer de mama. A intenção foi ouvir mulheres que superaram a doença para que através de suas experiências seja ampliado o debate sobre assunto.

A aluna Dayana Sampaio, que foi uma das organizadoras da palestra, explicou que a iniciativa foi apresentar aos colegas de curso uma realidade que também é importante dentro de um processo de tratamento do câncer de mama. Ela argumentou que a partir das experiências das palestrantes é possível aprender ainda mais e contribuir para que as ações do Outubro Rosa possam chegar a cada vez mais pessoas.

“Nós até fizemos uma surpresa aos professores, já que eles até então não sabiam dessa nossa proposta de promover a palestra. Esse é um momento muito importante de discussão a ampliação dos nossos conhecimentos e, por isso, todos se engajaram para que tudo desse certo”, destacou a aluna que solicitou a participação de todos em uma campanha para ajudar a Organização Não-governamental Mulheres de Peito Aberto, de Campina Grande.

A chefe do Departamento de Enfermagem, do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS) da UEPB, professora Fabíola de Araújo, valorizou a iniciativa dos alunos em promover uma atividade como essa, uma vez que ela contribui para a formação acadêmica de todos e principalmente foca em um dos aspectos mais importantes da Enfermagem, a humanização. “Essa palestra contribuiu para a formação deles como futuros profissionais, mas sobretudo tratou de abordar a humanização que está diretamente ligada ao trabalho do profissional de Enfermagem”, disse.

A palestra ficou por conta de Cláudia Santos e Morgana Miranda, que foram diagnosticadas com câncer de mama há alguns anos e, sobretudo, conseguiram superar a doença. Ambas deram seus depoimentos de superação e com bastante emoção contaram suas experiências de vida, medos e dificuldades durante o tratamento, valorizarando a prática de exames preventivos como forma de combate à doença.

“Fui diagnosticada com a doença quando tinha 43 anos. Hoje, com 49, me sinto uma vitoriosa porque  nunca duvidei que poderia vencer o câncer. Tive um apoio muito grande da minha família e isso, com certeza, é muito importante e nos dá muita força. Fiz a maior parte do tratamento no hospital da FAP e tenho muito a agradecer por ter chegado até aqui. Esse momento de conversa que vocês estão participando é muito bom para que a gente também possa ensinar os outros a partir da nossa experiência de vida”, contou Morgana aos alunos.

Essa foi a segunda atividade do Outubro Rosa do curso de Enfermagem. A primeira foi também uma palestra realizada no início do mês, com usuárias da Clínica Escola. Ainda serão realizadas os seguintes eventos: no próximo dia 21, na Clínica de Enfermagem, será realizada a “Conversa de Peito Aberto II”; no dia 25 serão realizados exames clínicos das mamas; no dia 31, haverá exibição de filmes sobre a temática do câncer de mama; e até o final do mês está sendo feita a distribuição de material educativo e do laço da consciência cor de rosa.

Texto e fotos: Givaldo Cavalcanti