Alunos de Fisioterapia da UEPB realizam campanha para auxiliar famílias que lidam com microcefalia

18 de março de 2016

É sabido que quando nasce uma criança, muito se transforma ao redor dela. As mudanças envolvem não apenas os pais, mas todo o contexto onde ela está inserida. Imagine, então, quando essa criança possui necessidades especiais. Obviamente as demandas e responsabilidades se pronunciam de modo ainda mais urgente. É o que está ocorrendo, por exemplo, nos últimos meses em Campina Grande, devido ao avanço da microcefalia em todo o Brasil. Pensando em ajudar essas pessoas, surgiu uma campanha espontânea de alunos do 4º período do Curso de Fisioterapia da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), que recebeu o nome de Anjos de Luz.

A iniciativa, que conta com o apoio dos estudantes do curso de Psicologia da Instituição, tem o objetivo de auxiliar as famílias desfavorecidas do ponto de vista financeiro, principalmente com a doação dos leites em pó Nan Pro 1 e Nestogeno 1, além de fraldas e roupinhas de bebê. Por enquanto, os pontos de coleta para as doações ocorrem na sala do 4º período do Curso de Fisioterapia da UEPB, no período da manhã, e na Secretaria do Curso de Psicologia, por todo o dia. A intenção dos alunos, porém, é ampliar o número de pontos de coleta, com a adesão de toda comunidade universitária à Campanha.

Conforme uma das estudantes que está à frente da Campanha Anjos de Luz, Josicleia Leôncio da Silva, as doações irão para 37 crianças diagnosticadas com a referida má-formação congênita. O grupo recebe assistência em um hospital de Campina Grande alinhado a causa. Josicleia explica que a ideia surgiu há duas semanas, quando ela passou a acompanhar mais de perto as adversidades enfrentadas pelas famílias, sobretudo a fragilidade e angústia das mães ao se depararem com o crescente número de necessidades dos bebês.

A estudante é voluntária no Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (Isea), onde desempenha a função de doula – assistente de parto que acompanha a gestante durante o período da gestação até os primeiros meses após o parto, com foco no bem estar da mulher. De acordo com ela, “é gratificante pensar que por meio dessa atitude uma criança que não tinha uma lata de leite por exemplo, terá”, explicou.

Outras informações sobre a campanha podem ser obtidas pelos telefones (83) 98839-5712 e 98824-2224, ou através do e-mail josicleia.jo@hotmail.com.

Texto: Oziella Inocêncio