Universidade Estadual conquista recursos federais para construção de pista sintética de atletismo

14 de dezembro de 2012

A Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) recebeu, nesta quinta-feira (14), a confirmação do Ministério dos Esportes sobre a liberação dos recursos para a construção da pista sintética de Atletismo do Departamento de Educação Física (DEF) da Instituição.

O equipamento será construído no Campus I, em Bodocongó, e quando estiver funcionando vai colocar Campina Grande entre as principais cidades da região, capaz de oferecer totais condições para a realização de competições em níveis regional, nacional e internacional. A obra está orçada em R$ 6.122.448,98 milhões. Desse total, o Ministério dos Esportes vai repassar R$ 5.816.326,00 milhões e o complemento do recurso (R$ 306.122,98) será de contrapartida da Instituição.

Pelo cronograma de atividades traçado pela UEPB, a licitação para a construção da pista deve acontecer entre janeiro e março de 2013 e a construção entre abril e agosto do mesmo ano. Construída dentro dos mais elevados padrões de qualidade, a pista terá um piso sintético com oito raias, numa área total estimada de 6.300m²; áreas de salto em altura, salto em distância, salto triplo, lançamento de martelo, lançamento de disco, lançamento de dardo, arremesso de peso.

A proposta da construção de uma pista sintética de atletismo no Departamento de Educação Física da Universidade Estadual da Paraíba vem consolidar o avanço da Instituição no que diz respeito a prática esportiva. Com o projeto, a UEPB contribuirá para que Campina Grande possa realizar grandes eventos nacionais e internacionais pertinentes às várias modalidades esportivas. Atletas poderão usar o equipamento para treinos.

A instalação da pista trará outros benefícios para a cidade, como por exemplo, proporcionará intercâmbios de Atletismo, incentivando a prática dessa modalidade entre os jovens, e incrementará as atividades dos atuais atletas de Campina Grande e do Estado, propiciando ainda melhores condições de ensino, extensão e pesquisa aos alunos de graduação da UEPB.

De acordo com o projeto, será possível, também, permitir o desenvolvimento de uma clínica de treinamento nos períodos de férias, com atletas do Estado e/ou da região para que possam aprimorar suas performances, bem como o apoio ao trabalho social na área do Atletismo, por qualquer entidade estadual.