Universidade Estadual assina contrato para construção da pista de atletismo do Departamento de Educação Física

27 de dezembro de 2018

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) assinou, nesta quinta-feira (27), contrato para construção da pista de atletismo do Departamento de Educação Física da Instituição, fruto do convênio nº 779740/2012, firmado entre a Universidade e o Ministério dos Esportes. A formalização do contrato aconteceu no Gabinete da Reitoria, no Câmpus de Bodocongó, em Campina Grande, mediante assinaturas do reitor Rangel Junior e de Sérgio de Andrade Coutinho, representante da empresa Resinsa Brasil Construções Esportivas Ltda, vencedora do processo licitatório para execução da obra, orçada em R$ 4.663.575,80 milhões.

A pista será construída no Câmpus de Bodocongó e, quando estiver funcionando, vai colocar Campina Grande entre as principais cidades da região Nordeste capaz de oferecer totais condições para a realização de competições das diversas modalidades esportivas do atletismo em níveis regional, nacional e internacional. Os atletas também poderão usar o equipamento para treinos.

Dentro dos mais elevados padrões de qualidade, a pista obedecerá as dimensões e características recomendadas pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT), com piso sintético com oito raias, tendo uma pista de 100 metros, duas pistas de salto com vara, uma pista dupla para salto triplo e extensão, duas bases para lançamento de peso e martelo, duas pistas para lançamento de dardo e duas pistas para salto em altura.

Segundo o reitor Rangel Junior, a instalação da pista trará outros benefícios para a cidade como, por exemplo, proporcionar intercâmbios de atletismo, incentivando a prática dessa modalidade entre os jovens, e incrementando as atividades dos atuais atletas de Campina Grande e do Estado, propiciando ainda melhores condições de ensino, extensão e pesquisa aos alunos de graduação da UEPB.

Os trabalhos de instalação do canteiro de obras e preparação geral do terreno já serão iniciados no próximo mês de janeiro. A previsão é de que o serviço seja concluído em junho de 2019, quando a nova estrutura será entregue à comunidade acadêmica e à sociedade paraibana em geral.

Texto: Tatiana Brandão
Fotos: Hipólito Lucena