Solenidade de entrega de certificados marca conclusão do curso de Educação para o Envelhecimento da UAMA

6 de dezembro de 2018

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nunca é tarde para continuar aprendendo. Esta frase é uma das justificativas utilizadas por 32 idosos da cidade de Lagoa Seca que, há dois anos, decidiram continuar sua vida de estudos. Foi assim que mais uma turma da Universidade Aberta à Maturidade (UAMA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) foi formada e, na manhã desta quarta-feira (5), concluiu esta valiosa etapa, com a solenidade de entrega dos certificados aos alunos da turma do curso de Educação para o Envelhecimento Humano, do Câmpus de Lagoa Seca. O ato solene foi realizado no Convento Ypuarana, sob presidência do reitor Rangel Junior.

Desde 2009, já são 10 turmas concluintes da UAMA que, juntas, somam mais de 700 estudantes nos câmpus de Campina Grande, Lagoa Seca e Guarabira, buscando qualidade de vida através de atividades educacionais, sociais, culturais e de convívio. Batizada de turma “Envelhecer com Sabedoria”, o grupo de alunos maiores de 60 anos aprofundaram seus conhecimentos em áreas como Saúde, Educação, Ciências Agrárias, Direito, Letras, Pedagogia, Tecnologia, Cultura, Lazer, além de temas relacionados ao envelhecimento humano.

Juramentista, a formanda Adalgisa Quintino Costa, representou seus colegas para reafirmar o compromisso assumido em continuar propagando os conhecimentos adquiridos ao longo do curso. Já Expedita da Costa Medeiros, oradora oficial da turma, fez uma retrospectiva dos vários momentos vivenciados com seus colegas, agradeceu a oportunidade que a parceria entre a UEPB e a Prefeitura Municipal de Lagoa Seca possibilitou para a realização do curso na cidade e projetou dias melhores a partir dessa nova fase, como alunos formados pela UAMA.

“Acreditem. O prazer, a honra, a satisfação e a glória que ora estamos vivenciando são de uma grandeza e de uma singularidade que nos emociona. As amizades que aqui iniciaram e que certamente serão para o resto das vidas de todos nós, por serem marcantes, deixarão um legado muito bonito e exemplar. Agradeço à UEPB, a Prefeitura de Lagoa Seca e a todos que contribuíram para essa nossa conquista. Um beijo do tamanho de nossas idades somadas no coração de cada um que nos honrou e estimulou”, disse. Expedita.

O reitor da UEPB, professor Rangel Junior, afirmou que encontrar uma turma formada por estudantes idosos é de uma importância muito grande, uma vez que o espaço da UAMA que foi construído pela Universidade não tem como medir o tamanho do benefício causado na vida de cada um dos formandos. Ele ainda destacou a parceria com a Prefeitura de Lagoa Seca e disse que a lição que cada um ajudou a aprender e ensinar é reconstruir a vida das pessoas, para que cada dia possa valer a pena.

“A história da humanidade é uma história de progresso, desenvolvimento e melhoria de vida das pessoas. Anos atrás jamais veríamos uma sala de aula com pessoas com mais de 60 anos. E essa mudança é fenomenal. Temos nessa turma cinco pessoas com mais de 80 anos e acredito que daqui há 30 anos poderão ser 15 ou mais. Vocês estão dando um belo exemplo hoje e outras turmas virão. Essa parceria será mantida, o município ganha, as pessoas ganham, a cidade ganha, mas, essencialmente, o que fica é o trabalho de tentar contribuir para que a vida de vocês possa mudar. Levem essa lição para os amigos e incentivem para que outros participem, para que possamos criar uma corrente na qual muito mais gente se beneficie desse projeto”, ressaltou o reitor.

O prefeito de Lagoa Seca, Fábio Ramalho, que também foi escolhido patrono da turma, não escondeu a felicidade de participar desse momento, destacando que é inspirador ver muitas pessoas com idade acima de 60 anos dando uma lição de vitalidade e persistência a muito jovens que ainda estão começando a viver. “Essa turma nos dá força, nos fortalece na fé, no trabalho e, além de tudo, mostram que a idade não é obstáculo para nada. Como prefeito, tenho apenas o orgulho de dizer que fizemos essa parceria, que está dando certo, porque temos pessoas que acreditaram nela e que fazem crescer a cidade de Lagoa Seca. Fico feliz de estar aqui e digo que a Prefeitura está sempre à disposição para formar parcerias como essa, que venham engrandecer o espírito de cada um aqui presente”, destacou Fábio.

Já o coordenador da Universidade Aberta à Maturidade da UEPB e padrinho da turma, professor Manoel Freire, ressaltou que os dois anos de curso vivenciados pelos alunos não são apenas de aprendizado ao idoso, mas também de qualquer professor que está integrado ao programa. De acordo com ele, essa prática vem transformando vidas, alegrando corações e ensinando muitos idosos a reaprender a viver. “A UAMA transforma a vida das pessoas, não só com o conhecimento através dos professores, mas com a socialização, com a troca de conhecimento com os outros integrantes da turma. Por isso, cada momento deste é especial, cada etapa que foi vencida e vocês comprovaram que são verdadeiros vencedores”, disse o professor.

Também participaram da solenidade de conclusão do curso de Educação para o Envelhecimento Humano o professor José Félix Neto, diretor do Centro de Ciências Agrárias e Ambientais; Cristiane Cavalcanti Costa, secretária de Assistência Social de Lagoa Seca; além de professores da UAMA e servidores técnicos administrativos do Câmpus II.

Texto: Givaldo Cavalcanti
Fotos: Paizinha Lemos