Seminário da Folkcomunicação homenageia centenário de Jackson do Pandeiro e manifestações culturais

17 de maio de 2019

A comissão organizadora do 16º Seminário Os Festejos Juninos no Contexto da Folkcomunicação e da Cultura Popular, que será realizado de 5 a 7 de junho, na Central de Integração Acadêmica, Câmpus I da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Campina Grande, divulgou sua programação oficial. Além de dedicar o tema central às manifestações da folkcomunicação e da cultura popular nas comunidades, o evento prestará homenagem, no dia da abertura, ao Ano Cultural Jackson do Pandeiro, paraibano de Alagoa Grande que, em agosto próximo, completaria cem anos.

“Estaremos celebrando não apenas o patrimônio inestimável deixado por um dos maiores nomes da música popular brasileira, como também uma das expressões mais ricas produzidas pelo forte dinamismo cultural e identitário das nossas comunidades locais”, disse o reitor da UEPB Rangel Junior. Podem participar do seminário pesquisadores, professores, estudantes, profissionais, agentes culturais e integrantes de organizações governamentais, privadas e do terceiro setor.

Ao convidar a comunidade universitária e os diversos segmentos sociais para o evento, o coordenador do seminário, professor Luiz Custódio da Silva, destacou que “as primeiras concepções da folkcomunicação já indicavam uma estreita relação com os segmentos comunitários” e frisou que “os festejos juninos, tema norteador do nosso evento, constituem um importante exemplo dessa dinâmica cultural que sobrevive nos novos tempos e cenários, de forma criativa e atualizada aos olhares sempre atentos das populações e movimentos comunitários”.

Os interessados devem efetuar o pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 20, através de boleto gerado via sistema de formulários da UEPB, acessível através do link https://cpcon.uepb.edu.br/forms/responderFormulario/205. A inscrição permitirá a participação em todas as atividades do evento, incluindo palestras, mesas redondas, oficinas, concurso de fotografias, apresentações artístico-culturais e lançamentos de livros.

Abordando a temática do evento de forma detalhada, serão promovidos cinco grupos de trabalho, cujo prazo para submissão de resumos, artigos ou produtos audiovisuais segue até o dia 31 de maio. São eles: “Folkcomunicação, Cultura Popular e Educomunicação”, “Folkcomunicação, Cultura Popular e Jornalismo Cultural”, “Folkcomunicação, Cultura Popular e Desenvolvimento Regional”, “Folkcomunicação e Cultura Popular nos Contextos Religiosos” e “Contemporaneidade dos Festejos Juninos e Festas Populares nas Comunidades Locais”.

O quinto GT dará oportunidade à exposição de trabalhos na modalidade produção audiovisual, oriundos de atividades profissionais ou amadoras, projetos experimentais e práticas laboratoriais em diferentes gêneros (reportagens, podcasts, filmes, documentários, dossiês digitais), suportes (DVDs, blogs, homepages) ou plataformas de edição e divulgação (rádio, TV, vídeo, cinema, web, redes sociais). Seguindo as normas de conteúdo e formatação definidas na chamada, os trabalhos deverão ser enviados juntamente com cópia do comprovante de pagamento da inscrição para a coordenação do evento, através do email folkcomuepb2019@gmail.com. Os trabalhos aprovados serão apresentados durante a realização do seminário.

A Editora da UEPB (Eduepb) estará realizando também, durante o seminário, uma feira com dezenas de títulos a preços acessíveis e lançando quatro novos e-books, de autores locais e estrangeiros (“A construção da pesquisa em estudos da mídia e práticas sociais”, “Cartografia da Folkcomunicação: o pensamento regional brasileiro e o itinerário de internacionalização (volume I)”, “Conhecimento, sociabilidade e humanidade: prenúncios de um novo tempo” e “O esporte amador em telejornais esportivos interioranos: um estudo sobre os programas produzidos em Campina Grande-PB”).

Quatro livros físicos também serão autografados durante o evento. São eles: “A função pedagógica do telejornalismo”, “Antonio Nóbrega em paisagens (pós) armoriais: semeando, fertilizando e florescendo”, “O Maior São João do Mundo: multifaces de uma grande festa brasileira” e “Quadrilha junina: comunicação para o desenvolvimento”.

Promovido pela UEPB, em parceria com a Rede de Estudos e Pesquisa em Folkcomunicação (Rede Folkcom), o seminário é realizado pelo Departamento de Comunicação Social (DECOM) e Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA), com apoio das pró-reitorias de Cultura, Extensão, Estudantil, Graduação e Pós-Graduação da UEPB. A 16ª edição do evento recebe apoio da União Campinense das Equipes Sociais (UCES) e é organizada pelos grupos de pesquisa Comunicação, Cultura e Desenvolvimento e Teorias e Metodologias da Produção Jornalística na Mídia Regional.

Além da Eduepb, do Festival Comunicurtas, Coletivo F8 e Observatório de Jornalismo Cultural (Objorc), colaboram com o seminário os cursos de graduação em Educomunicação da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Publicidade da Faculdade Cesrei e Jornalismo da Uninassau. Somam-se a eles os programas de pós-graduação em Formação de Professores, Desenvolvimento Regional e Literatura e Interculturalidade da UEPB, Jornalismo e Comunicação da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Estudos da Mídia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e Extensão Rural e Desenvolvimento Local da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).