Pró-Reitoria de Graduação explica sobre preenchimento de vagas para o período 2019.1 através do SiSU

22 de janeiro de 2019

Diante da divulgação do resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 e da abertura do processo do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) 2019.1, por parte do Ministério da Educação (MEC), a Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) vem a público reforçar informações sobre o preenchimento de vagas para o período 2019.1 na Instituição. Conforme o pró-reitor Eli Brandão, para o referido semestre letivo quase todas as turmas dos cursos da Universidade estão formadas, uma vez que a convocação dos candidatos se deu durante o ano passado por meio do SiSU 2018/2.

Esses candidatos foram convocados para o período 2018.2, cujo cronograma previa o início das aulas em 2019.1, devido ao atraso resultante das últimas greves. Com o objetivo de conciliar os calendários anuais do MEC relativos ao SiSU e adequar o envio das informações devidas ao Censo Anual do Ensino Superior, no final do ano passado o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) decidiu renomear o período 2018.2, que passou a ser designado como 2019/1.

Para o ingresso em 2019.1, a UEPB também fez adesão ao primeiro SiSU do ano, mas tão somente para o preenchimento das vagas remanescentes do SiSU 2018.2, em conformidade com Resolução. Segundo dados da PROGRAD, restaram 347 vagas do segundo SiSU de 2018, contudo a UEPB adicionou a estas outras 154 vagas, resultando em um total de 501 vagas. Por essa razão, a UEPB participa do SiSU 2019 apenas com as vagas remanescentes do SiSU 2018, já que as demais vagas já estão preenchidas e os demais estudantes devidamente matriculados.

Nesta seleção, embora cursos de maior concorrência não apresentem vagas disponíveis, as listas de espera do SiSU 2018 continuam ativas. Com isso, estudantes que estão na lista de espera do ano passado ainda poderão ser convocados, caso haja alguma desistência.

“A decisão do Consepe sobre a renomeação do semestre não tem relação com a decisão do adiamento, porque, mesmo que não houvesse o adiamento das entradas, haveria a renomeação do semestre. Essa renomeação tem relação direta com o período de paralisação de professores e servidores ao longo desses últimos anos”, frisa Eli Brandão, acrescentando que a perda de uma entrada com oferta de 3.100 vagas foi fato consumado nos últimos anos em consequência das paralisações que somaram quase seis meses sem aula e tornaram praticamente impossível recuperar o tempo perdido.

O pró-reitor salienta que a PROGRAD continua com o firme compromisso de garantir e, se possível, ampliar as vagas nos cursos, mas frisa também que é necessário que o Estado garanta as condições financeiras para que a UEPB responsavelmente funcione. Ele reafirma que a alteração no Calendário Acadêmico foi decisão dos Conselhos Superiores da UEPB, os quais são órgãos colegiados representativos de toda comunidade acadêmica e que possibilita à UEPB cumprir rigorosamente os 100 dias letivos exigidos pela Lei de Diretrizes e Bases (LDB) da Educação do Ministério da Educação.

O edital de Seleção do SiSU 2019 pode ser acessado clicando AQUI.