Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas encerra atividades do projeto “Saúde do Trabalhador Itinerante” no Câmpus VIII

19 de junho de 2019

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGEP) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), através dos setores Saúde do Trabalhador e Serviço Social, encerrou, nesta terça-feira (18), no Centro de Ciências, Tecnologia e Saúde (CCTS), em Araruna, as atividades do primeiro semestre de 2019 do projeto “Saúde do Trabalhador Itinerante”.

O projeto nasceu da necessidade de aproximação do Setor Saúde do Trabalhador com os diversos setores e câmpus da UEPB, especificamente no intuito de conhecer e contribuir para a resolutividade das principais demandas locais na área de saúde e segurança do trabalho, bem como para divulgação das suas atribuições e principais atividades realizadas pelo Setor Saúde do Trabalhador e pela Comissão Interdisciplinar de Atenção Integral à Saúde e Segurança do Trabalho (CIAST) na Instituição.

A iniciativa tem por objetivo possibilitar espaços de capacitação, participação, articulação entre os servidores e o Setor Saúde do Trabalhador, sobre as demandas em saúde e segurança do trabalho na Universidade. As visitas foram iniciadas no dia 16 de abril, no Câmpus de Guarabira, e a equipe – composta por assistentes sociais, técnicos de Segurança do Trabalho e enfermeira do Trabalho – visitou todos os câmpus da UEPB fora de Campina Grande, nesses três meses de atividades.

Dentre as ações realizadas estão divulgação das atribuições e principais atividades realizadas pelo Setor Saúde do Trabalhador e CIAST; capacitação dos servidores e chefias para operacionalização do Procedimento de Notificação Comunicação Interna de Acidente de Trabalho; identificação das principais demandas locais em saúde e segurança do trabalho e visitas aos laboratórios dos câmpus para averiguar as demandas apresentadas ao GT Gestão dos Riscos Ambientais: os riscos químicos nos laboratórios da UEPB; realização de campanha de combate ao Assédio Moral no Setor Público; orientações sobre o uso da maleta de primeiros socorros.

Em alguns câmpus houve a parceria com os serviços de saúde municipal, com a oferta de serviços como aferição de pressão arterial, teste de glicemia, orientações nutricionais e verificação do índice de massa corpórea para os servidores. Em cada visita foram promovidas rodas de conversa entre as direções dos Centros de Ensino e pró-reitorias, com representações dos técnicos administrativos e docentes para discussão das principais demandas locais e possíveis soluções elencadas no formulário na área de saúde e segurança do trabalho encaminhadas anteriormente aos servidores, que resultou no Diagnóstico em Saúde e Segurança de Trabalho de cada Câmpus visitado.

O documento será apresentado a Administração Central da UEPB, com o intuito de dar ciência e encontrar soluções coletivas que contribuam para a melhoria da oferta de serviços em Saúde e Segurança do Trabalhador e do próprio ambiente de trabalho na UEPB.