Mestrado em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação inicia aulas da turma pioneira

5 de setembro de 2018

Sempre investindo na formação qualificada nas diversas áreas do conhecimento, especialmente no campo da tecnologia, a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), através da Agência de Inovação Tecnológica (Inovatec), integra a rede de instituições envolvidas no Mestrado Profissional em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação (Profnit).

A aula inaugural da turma pioneira foi realizada no último dia 30 de agosto, no Instituto Federal da Paraíba (IFPB), em Campina Grande, onde funciona o polo do curso. A UEPB foi representada na atividade pela professora Simone Silva dos Santos Lopes, que ressaltou a importância da Instituição no Mestrado, tanto com professores como estudantes matriculados na turma pioneira. Ela também destacou os desafios do programa e a contribuição que o curso dará aos futuros mestres para o bem da sociedade.

O palestrante foi o professor da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), José Nilton Silva, que abordou a temática “Panorama Contemporâneo da Inovação e sua correlação com o Profnit. O Mestrado faz parte de um Programa de Pós-Graduação em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação, dedicado ao aprimoramento da formação profissional para atuar nas competências dos Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs) e nos Ambientes Promotores de Inovação nos diversos setores acadêmico, empresarial, governamental, organizações sociais.

Na Paraíba, além da UEPB, integram o programa a UFCG, IFPB e a Universidade Federal da Paraíba (UFPB). A turma é composta por 15 estudantes, sendo dez regulares e cinco alunos especiais.

O PROFNIT é um Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu profissional, presente em todo território nacional. O curso tem como objetivo a formação de recursos humanos para atuar nas competências dos Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs) determinadas por Lei e dos Ambientes Promotores de Inovação nos diversos setores acadêmicos, empresarial, governamental e de organizações sociais.

Texto: Severino Lopes