Mestrado em Desenvolvimento Regional promove aula inaugural em recepção à turma 2017

13 de março de 2017

Este slideshow necessita de JavaScript.

Um dia inteiro de atividades foi planejado pelo Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional (PPGDR) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) para recepcionar a nova turma de mestrandos do programa. O evento, que teve início com um coffee break na manhã desta segunda-feira (13), no Auditório da Biblioteca Central, Câmpus de Campina Grande, contou com palestras de professores convidados, depoimentos e apresentações culturais.

A mesa de abertura foi composta pela coordenadora do Mestrado em Desenvolvimento Regional (MDR), professora Ângela Ramalho; pelo pró-reitor adjunto de Pós-Graduação e Pesquisa (PRPGP), professor Cidoval Morais; e pelo professor Leonardo Bezerra de Melo Tinoco, membro do Instituto Nacional do Semiárido (INSA), que proferiu a palestra “Pensando o semiárido: pesquisa e apropriação social”.

Desejando boas vindas aos alunos, Ângela Ramalho acentuou que o MDR tem alcançado uma grande repercussão estadual, regional e até nacional, em virtude da grande integração de projetos que vêm ocorrendo com outras instituições, como a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e a Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional (ANPUR). “Temos expectativas de ampliar as pesquisas e as integrações com outras instituições acadêmicas, já que percebemos uma crescente demanda pelo nosso curso de pós-graduação”, disse a professora, referindo-se à última seleção, que contabilizou mais de 300 inscritos.

Segundo o professor Cidoval Morais, o programa tem dado uma contribuição efetiva para o desenvolvimento do Estado, apresentando sugestões de melhorias para alguns problemas sociais, e tem favorecido a interdisciplinaridade, tendo em vista que muitos dos mestrandos sentem-se estimulados a trabalhar em favor de projetos conjuntos, realizando produções coletivas e parcerias que têm rendido ótimos resultados.

“O Mestrado foi credenciado pela Capes em 2008 e neste ano comemora sua 100ª dissertação”, registrou o professor Cidoval, acrescentando que isto fornece uma pista da contribuição que o MDR deixa para o desenvolvimento do Estado e da região Nordeste como um todo, especialmente acerca das questões mais críticas que têm sido apresentadas, como a gestão dos recursos hídricos, políticas púbicas de desenvolvimento, turismo, cultura e a administração do saneamento e dos resíduos sólidos nas pequenas cidades.

Na parte da tarde, o evento conta com palestras dos professores Hermes de Almeida, José Irivaldo da Silva e AnnaHid Brunett, que discutirão a ecologia política no Semiárido. Encerrando as atividades do dia, o poeta paraibano Jessier Quirino faz uma apresentação cultural.

 

 

Texto: Giuliana Rodrigues
Fotos: Franklin Bonfim