Guarabira será sede da terceira etapa do Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Fole de Oito Baixos

16 de Maio de 2018

Na próxima sexta-feira (18), a cidade de Guarabira receberá o 2º Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Fole de Oito Baixos. Realizado pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), através da Pró-Reitoria de Cultura (Procult), o evento se dá em parceria com o Centro de Humanidades (CH) do Câmpus III e com o apoio da Prefeitura Municipal.

A terceira etapa terá como coordenador local o secretário de Cultura e Turismo Percinaldo Toscano. De acordo com ele, a programação terá início no Campus III, a partir das 14h, quando ocorrerão as exibições e a aula espetáculo. Mais tarde, às 19h30, a iniciativa seguirá tendo como sede o Memorial do Cordel José Camelo de Melo Resende, onde acontecerão as apresentações em praça pública. Conforme Percinaldo, estão confirmadas as participações de grandes sanfoneiros da região, a exemplo de Novinho do Acordeon, Éricles Barbosa e Messias do Acordeon.

Percinaldo coordena a atividade localmente pelo segundo ano e de acordo com ele a expectativa para o evento é das melhores. “O Encontro vem tomando fôlego e ficamos felizes por contribuir para que esses profissionais, comumente desassistidos e desvalorizados, recebam o devido prestígio”, explicou. Ele informou que, na oportunidade, um dos inscritos, que deverá ser selecionado no decorrer das práticas, receberá o “Troféu Pavão Misterioso”, a mais alta comenda cultural de Guarabira.

“Além da certificação, que a UEPB confere a todos que integram o Encontro, e significa também um símbolo de reconhecimento, um sanfoneiro será contemplado com o nosso troféu”, disse. Percinaldo acrescentou que o Troféu Pavão Misterioso assim se denomina tendo em vista que o célebre cordel “O Romance do Pavão Misterioso” foi escrito pelo guarabirense José Camelo de Melo Resende, que intitula o Memorial.

Iniciado em Araruna no dia 26 de abril, o 2º Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Fole de Oito Baixos da Paraíba já passou por Monteiro e segue sua jornada. Após estar em Guarabira, a iniciativa seguirá rumo a Patos (22 de maio), Catolé do Rocha (25 de maio), Lagoa Seca (30 de maio), João Pessoa (6 de junho), e Campina Grande (15 e 19 de junho). Entre os seus objetivos, figura fomentar as atividades artísticas desses instrumentistas, valorizando as práticas culturais de raiz e revelando novos talentos.

Texto: Oziella Inocêncio