Estudantes de Fisioterapia apresentam resultados da prática de Lian Gong com técnicos administrativos da UEPB

2 de dezembro de 2019

Estudantes do 8º período do Curso de Fisioterapia da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) apresentaram, na tarde desta segunda-feira (2), no Espaço Azul da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa (PRPGP) da Instituição, os resultados das atividades realizadas ao longo do semestre letivo 2019.2 no componente curricular “Fisioterapia da Saúde do Trabalhador”. A iniciativa consistiu em trabalhar as técnicas do Lian Gong, prática corporal chinesa, com técnicos administrativos da Universidade, com o objetivo de tratar e prevenir dores no corpo.

Participaram dos exercícios de respiração e alongamentos no pescoço, ombros, costas, cintura, pernas e pés os trabalhadores da Pró-Reitoria de Gestão Administrativa (PROAD), Pró-Reitoria de Extensão (PROEX), Coordenadoria de Comunicação (CODECOM) e Coordenadoria de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC). O Lian Gong é um tipo de ginástica que não demanda aparelhos, podendo ser praticado em qualquer lugar, individualmente ou em grupo, o que facilitou a participação dos servidores, uma vez que as atividades foram desenvolvidas nos ambientes de trabalho ou em salas de apoio.

Segundo a professora do Departamento de Fisioterapia, Cláudia Holanda Moreira, que leciona o componente curricular, essas atividades contemplam práticas de promoção no ambiente laboral, onde os servidores foram beneficiados com exercícios de relaxamento, alinhamentos e massagem terapêutica. Ela ainda destacou que, inicialmente, foram feitas avaliações preliminares para saber se todos estavam aptos a participar da prática integrativa. “A participação dos estudantes foi muito positiva, como também a aceitação dos servidores foi primordial para que as atividades fossem feitas. É preciso ficarmos atentos às práticas colaborativas na comunidade universitária, que necessita de forma contínua desta atenção à saúde do trabalhador”, explicou.

A aluna do 8º período, Marília Macedo foi uma das participantes do projeto que atendeu cerca de 40 servidores ao longo do semestre. Ela apontou o crescimento na formação acadêmica proporcionada por práticas como essa, já que esses momentos proporcionam um complemento entre as práticas integrativas e complementares que são vistas ao longo do curso. “Foi um aprendizado muito grande, porque tivemos a oportunidade de trabalhar pela primeira vez diretamente com a Saúde do Trabalhador. Esse é um setor que necessita de atenção e todos nos ajudaram bastante, tanto por nos acolher, como também por participarem de maneira pró-ativa”, destacou Marília.

Participaram da apresentação dos estudantes vários técnicos administrativos da UEPB que praticaram o Lian Gongo neste semestre, além da pró-reitora de Gestão Administrativa, professora Eliana Maia, e o coordenador de Tecnologia da Informação e Comunicação, Carlos Alberto Chaves. Segundo a professora Eliana Maia, essas atividades contribuíram bastante para a melhora corporal dos servidores da pró-reitoria, o que só reforçou o atendimento de excelência que os alunos propuseram. “Quero parabenizar todos os alunos que participaram dessa iniciativa e dizer que o desempenho deles foi excelente. Eu vou incentivar para que os servidores continuem praticando essas técnicas para que eles ganhem em qualidade de vida”, afirmou.

Texto e fotos: Givaldo Cavalcanti