EDUEPB lança primeiro livro interativo sobre a experiência de monitoramento eletrônico de presos

15 de Maio de 2017

A Editora da Universidade Estadual da Paraíba (EDUEPB) lançou recentemente o e-book “O monitoramento eletrônico de presos e a paz social no contexto urbano: nova política de contenção da modernidade a partir da visão da microfísica do poder e da sociedade do controle”, de autoria do juiz de Direito e professor do Câmpus III da UEPB, em Guarabira, Bruno César Azevedo Isidro.

O livro, disponibilizado gratuitamente através da página http://www.uepb.edu.br/ebooks/, é resultado da tese de doutorado de Bruno César Isidro, doutor em Transformações do Direito Privado, Cidade e Sociedade, pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). A publicação traz um histórico sobre o monitoramento de presos no país e o apresenta como uma possibilidade para diminuição de gastos prisionais, redução dos efeitos degradantes do cárcere e maior controle dos indivíduos que estão em semi liberdade.

A publicação relata ainda a experiência paraibana que teve início em julho de 2007, quando foi apresentada na Comarca de Guarabira (PB) a primeira tornozeleira eletrônica do Brasil, projeto que teve início em sala de aula, no curso de Direito da UEPB, através de um projeto de pesquisa coordenado pelo professor Bruno César. “A tornozeleira eletrônica deixou de ser uma ideia e virou realidade no país, sendo usada por cinco presos que passavam o dia trabalhando nas ruas da cidade de Guarabira”, registra o autor.

Outro fator a ressaltar é que o e-book inaugura uma série de livros interativos da EDUEPB, trazendo links para reportagens de televisão que destacaram a implantação do sistema de monitoramento em Guarabira e no Brasil. Uma vez conectado à Internet, o leitor pode visualizar, na parte dos anexos, todas as matérias acerca do tema exibidas nos noticiários televisivos.
Texto: Giuliana Rodrigues