E-books publicados pela Editora da UEPB se aproximam dos 5 milhões de downloads em plataformas digitais

20 de abril de 2020

Concebida para divulgar a produção científica, acadêmica e literária dos professores da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), como também de escritores brasileiros, a EDUEPB está chegando a significativa marca de 5 milhões de downloads de e-books em plataformas digitais. Os títulos eletrônicos da Editora da UEPB alcançaram o número de 4.723.051 downloads dos seus 45 títulos hospedados nas plataformas Scielo Books, Amazon, Google Play, R-Kobo e no Portal da UEPB.

Os novos dados do relatório da Scielo, divulgados recentemente, mostram que na Scielo Books foram 4.394.628 downloads; na Amazon, 55.104 downloads; no Google Play, 182.482 downloads; no R-Kobo, 20.119 downloads e por meio do Portal da UEPB foram 70.718 downloads. O número consolida de vez a EDUEPB na quarta posição entre as editoras universitárias brasileiras no ranking Scielo, atrás apenas da EDFIOCRUZ, EDUNESP e EDUFBA, sendo, ao lado desta última, as duas únicas editoras universitárias do Norte/Nordeste a figurar entre as dez primeiras do ranking.

O diretor da Editora, professor Luciano Nascimento, destacou que a EDUEPB vem se destacando no ranking da Scielo desde 2017 e há mais de três anos mantêm a posição em uma competição, segundo ele, contra gigantes do campo editorial no Brasil. O professor observou que a EDFIOCRUZ, a EDUNESP e a EDUFBA têm um histórico longo na plataforma da Scielo e frisou que os dados atestam a qualidade dos livros publicados pela UEPB, ressaltando que o futuro exige que as todas as editoras enveredem pelas plataformas digitais.

“O resultado mostra que a UEPB tem construído uma política de hospedagem dos livros da sua Editora na Scielo. Portanto, não tem como fugir dessa realidade. Temos que construir uma estratégia para estarmos cada vez mais presentes nas plataformas, com os produtos e publicações da EDUEPB”, disse Luciano, frisando que o mundo digital possui uma dimensão e um alcance ainda desconhecido. “O número de leitores é gigantesco e o espaço que uma instituição consegue atingir com uma publicação é inimaginável”, salientou.

O reitor Rangel Junior também comemorou os números e disse que o novo relatório da Scielo mostra o quanto a UEPB tem investindo na política de divulgação dos bens culturais e da produção científica, de forma digital. Ele destacou que, ao investir na produção de livros digitais, a Universidade cumpre seu papel de democratizar o acesso à leitura por meio dos e-books. Rangel lembrou que, diferente dos livros impressos, os e-book atingem uma quantidade enorme de pessoas, que têm acesso à leitura por meio dos diversos dispositivos móveis, como tabletes e celulares. Ele ressaltou que a posição de destaque da EDUEPB em relação a outras editoras universitárias públicas e privadas existentes no país traduz a qualidade do conteúdo e do trabalho editorial dos livros publicados pela Editora da UEPB.

Texto: Severino Lopes