Congresso Nacional de Arquivologia tem início com conferência sobre ética e responsabilidade social

9 de outubro de 2018

Este slideshow necessita de JavaScript.

Com a participação de estudantes e profissionais de Arquivologia de todo o país, teve início, na noite desta segunda-feira (8), no Centro de Convenções de João Pessoa, o 8º Congresso Nacional de Arquivologia (CNA), que será realizado até o dia 11 de outubro, com plenárias, seminários, simpósios, mesas de discussão, comunicações orais, dentre outras atividades. O evento é promovido pela Associação dos Arquivistas da Paraíba (AAPB) com o apoio da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e Fórum Nacional das Associações de Arquivologia do Brasil (FNArq).

A abertura do CNA contou com a apresentação do Grupo de Tradições Folclóricas Acauã da Serra, vinculado à Pró-Reitoria de Cultura da Universidade Estadual, que, além de danças tradicionais nordestinas, apresentou o Hino Nacional brasileiro. Na sequência, o Coral Universitário Gazzi de Sá, sob a regência do maestro Eduardo de Oliveira, fez uma apresentação de clássicos da música popular brasileira.

A mesa de abertura do evento contou com a participação da presidente da comissão organizadora do Congresso, Régia Sueli Félix; do reitor da UEPB, professor Rangel Junior; da vice-reitora da UFPB, professora Bernardina Freire; do coordenador do curso de Arquivologia da Universidade Estadual da Paraíba, professor Henrique França; do coordenador do curso de Arquivologia da UFPB, Luiz Eduardo da Silva; do diretor do Centro de Ciências Biológicas e Sociais Aplicadas (CCBSA) da UEPB, professor Ênio Wocyli Dantas; do representante do FNArq, Jonas Ferrigolo; e da representante da Associação dos Arquivistas da Paraíba, professora Esmeralda Porfírio de Sales.

A palestra de abertura, com o tema “Ética, Responsabilidade Social e Políticas de Acessibilidade para Arquivologia”, foi ministrada pela professora do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGCI) da UFPB, Bernardina Freire. Na manhã desta terça-feira (9) foi realizada a plenária “Políticas de acesso e acessibilidade para arquivos”, com a arquivista Daniela Francescutti Hott e a doutora em Biblioteconomia e Documentação pela Universidade de Salamanca, Dunia Llanes.

Sobre o CNA

Considerado o maior evento da área de Arquivologia em âmbito nacional o CNA reúne, a cada dois anos, estudantes, professores, pesquisadores e profissionais da área para discutir as perspectivas da Arquivologia no Brasil e em outros países. Durante o evento são realizadas palestras, oficinas, mesas de discussão, minicursos, plenárias, sessões temáticas, comunicações orais, apresentações de pôsteres, eventos paralelos, oficinas, que permitem o compartilhamento de conhecimentos decorrentes da pesquisa acadêmica e de práticas que visam registrar o estado da arte da Arquivologia no Brasil.

O CNA 2018 conta com o patrocínio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), PP Advocacia Preventiva & Contenciosa, Arquipix Indústria e Comércio de Móveis Corporativos, Scan System Gerenciamento da Informação, VS Datta, Acervo Net e Estec, e o apoio da EDUEPB, Editora UFPB.

Texto e fotos: Juliana Marques