CH realiza Colação de Grau do período 2019.1 dos cursos de Direito, Geografia, História, Letras e Pedagogia

25 de julho de 2019

Após se dedicarem, nos últimos anos, à formação no ensino superior, os estudantes concluintes do semestre letivo 2019/1 do Centro de Humanidades (CH) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) participaram, na noite desta quarta-feira (24), da assembleia solene de Colação de Grau que marcou o encerramento de qualificação profissional para os estudantes dos cursos de Direito, Geografia, História, Letras/Português, Letras/Inglês e Pedagogia do Câmpus III, em Guarabira, realizada na casa de recepções Maison D’mel, que ficou lotada por pais, familiares e amigos dos formandos.

O evento foi presidido pelo pró-reitor de Graduação da UEPB, professor Eli Brandão, que representou o reitor da Instituição, professor Rangel Junior. A leitura do juramento dos formandos foi feita pela concluinte do curso de Direito, Sabrina Alves Rocha, que representou todos os formandos. Já o Orador Oficial foi o estudante André Luiz Souza da Silva, do curso de Letras. Durante seu discurso ele relembrou as dificuldades enfrentadas por todos ao longo do curso, bem como agradeceu o apoio que tiveram tanto da comunidade acadêmica como dos familiares.

“Apesar dos entraves da formação superior, hoje nos encontramos juntos, com um mesmo propósito e com muitos desejos. Ainda que no caminho tenhamos feito curvas diferentes, nosso destino sempre foi o mesmo. Os sentimentos devem ser muitos nesse momento, desde os que tratam este contexto com a mais branda das calmarias até aqueles que estão fervilhando em reações aleatórias que nem eles mesmos conseguem explicar. Nossos agradecimentos se perpetuarão pela vida, lembrando daqueles que por nós passaram, que nos apoiaram e que nos disseram que seria possível”, disse o Orador.

Todos acompanharam atentos as palavras do Paraninfo Geral das turmas concluintes, o advogado Humberto Cavalcanti de Melo. Emocionado pela escolha do seu nome como paraninfo dos formandos 2019.1 do Centro de Humanidades, ele agradeceu e disse que este momento proporcionava seu reencontro com suas origens, uma vez que há 50 anos começara como professor na Universidade Regional do Nordeste (URNe) que, posteriormente, se transformou em UEPB. Com palavras particulares destinadas a cada curso composto por seus paraninfados, Humberto Cavalcanti desejou sucesso, dedicação e busca incansável pela justiça social.

“Vocês têm um longo caminho pela frente e, agora, a responsabilidade de lutar por um mundo com mais justiça social. Quero ainda destacar a necessidade da manutenção da universidade pública e gratuita como espaço de avanços para os estudos científicos. Lembrem do que dizia Ariano Suassuna: ‘Não sou nem otimista, nem pessimista. O otimista é ingênuo e o pessimista é amargo. Eu sou realista esperançoso’. Sejam assim também. Se esta realidade não lhe agrada, resta a esperança de que Deus os ajudará a mudar. E essa esperança eu quero repartir com todos vocês. Uma esperança que, para ser concretizada, depende da vontade e da ação de todos, principalmente de vocês, que acabam de se formar”, destacou o paraninfo.

A professora Inovildes da Silva Fonseca, diretora do CH, também dirigiu aos formandos palavras de encorajamento, desejando que todos pratiquem o que chamou de “empoderamento”. Segundo ela, o empoderamento é importante porque tem a possibilidade de transformar a vida de todos. “Todas as pessoas precisam empoderar-se. E, hoje, vocês, estudantes, sairão da UEPB empoderados. Eu conclamo que vocês empoderem outras pessoas e que esse empoderamento vocês façam lembrando do que receberam nesta casa”, disse a diretora do Centro de Humanidade.

O pró-reitor de Graduação da UEPB, professor Eli Brandão, também dirigiu palavras de apoio aos formandos e lembrou que, mesmo neste dia de prestação de contas que a Instituição faz, ao entregar ao mercado de trabalho novos profissionais, é importante lembrar que também é preciso uma reflexão sobre o momento. De acordo com ele, não há um só município na Paraíba que não tenha a ação direta da UEPB, como um estudante formado ou indivíduo que receba atenção da Universidade. Contudo, para que isso continue sendo realizado, é preciso a manutenção dos investimentos na educação pública, para que cada vez mais pessoas tenham acesso a esses serviços.

“Lembro o que dizia Paulo Freire, que a educação não transforma sozinha a sociedade. Sem ela, tão pouco a sociedade muda. Esses ataques às universidades públicas têm deliberado levar a sociedade a questionar a relevância das universidades públicas, o que deixa claro o desejo de implantar um modelo de Estado que ameaça o futuro da universidade pública e o futuro da UEPB. Dessa forma, sintam-se vocês, formandos, privilegiados em concluir um curso de graduação em uma instituição pública, já que são poucos os que conseguem. A partir de agora não permitam que a ignorância prospere em suas vidas, nem na vida do nosso país. Trabalhem, sejam criativos e solidários, prossigam na busca pelo conhecimento, defendam o planeta daqueles que querem transformá-lo em um deserto de mortandade. Lutem pelo direito à diversidade, plantem e reguem sementes do pensar”, enfatizou Eli Brandão.

Após os discursos, foi iniciada a conferência do grau acadêmico. O professor José Batista de Melo Neto, do curso de Direito, conferiu o grau ao concluinte Hélder Gomes de Freitas, que representou todos os seus colegas de turma. Já os formandos do curso de Licenciatura em Geografia foram representados por Ginaldo Ribeiro da Silva, que recebeu o grau do coordenador do curso, professor Francisco Fábio Dantas da Costa. A coordenadora do curso de História, professora Naiara Ferraz Bandeira Alves, conferiu o grau a Jéssica Monteiro Viana de Andrade.

Posteriormente, foi o momento da conferência do grau acadêmico aos formandos dos cursos de Letras Português e Inglês. O coordenador, professor William Sampaio Lima de Sousa, conferiu o grau acadêmico a estudante Laís Laurentino Silva, que representou os formandos do curso de Letras/Português. Em seguida, Ana Paula da Silva Pereira representou os concluintes do curso de Letras/Inglês. A coordenadora do curso de Pedagogia, professora Luciana Silva do Nascimento, conferiu o grau a formanda Elisiane Vieira de Amorim, em nome de todos os formandos da turma. E a coordenadora do curso de Pedagogia do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (PARFOR), professora Mônica de Fátima Guedes, conferiu o grau a concluinte Wládia Cristina Santos de Almeida, em nome dos demais formandos do curso.

Também participaram da solenidade de Colação de Grau a pró-reitora adjunta de Ensino Médio, Técnico e a Distância da UEPB, professora Rochane Villarim; a coordenadora do curso de Pedagogia (PARFOR), professora Adalgisa Rasia; o deputado estadual, Raniery Paulino; o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) – Seccional Guarabira, Alberto Evaristo; e a presidente do Rotary Clube de Guarabira, Severina Madalena.

Texto: Givaldo Cavalcanti
Fotos: Paizinha Lemos