Aluna de Biologia da UEPB é convidada para estagiar em Instituto de Pesquisas Médicas na Austrália

20 de dezembro de 2017

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fazer um intercâmbio no exterior é o sonho de muitos jovens universitários. Já a possibilidade de fazer um estágio em sua área de estudo, com todas as despesas pagas e ainda por cima em um renomado instituto de pesquisas médicas da Austrália é uma conquista para os que realmente sabem o que querem e perseguem com afinco seus objetivos. Isto é o que está para acontecer com Isabela Almeida, aluna do 6o período do Bacharelado em Ciência Biológicas, Câmpus I da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Campina Grande.

Em setembro passado, participando de um congresso brasileiro de genética, em Águas de Lindoia (SP), ela teve a oportunidade de conhecer Guy Barry, respeitado pesquisador do QIMR Berghofer Institute, em Brisbane, na Austrália. Durante a conversa, ela não teve dúvidas em falar sobre sua pesquisa, intitulada “Projeto de prospecção de genes com interesse biotecnológico a partir da compostagem de arroz vermelho com mamona”, realizada sob a orientação do professor do Departamento de Biologia, Carlos Meneses.

O estudo chamou a atenção de Guy Barry e resultou no convite para o estágio com duração de sete meses no Instituto, que foi prontamente aceito. A partir de janeiro de 2018, Isabela terá a oportunidade de trabalhar com Bioinformática, utilizando seus conhecimentos adquiridos na pesquisa metagenômica da UEPB e acrescentando as informações das pesquisas médicas desenvolvidas no laboratório de neurogenômica no QIMR Berghofer Institute.

“Esta é uma oportunidade única, que expande nossos horizontes, e será muito interessante ver como é que eles fazem pesquisa lá. Também quero trazer o conhecimento deles para cá, pois isso só faz engrandecer nosso trabalho”, disse Isabela. Nesta quarta-feira (20) Isabela, seu orientador e os representantes da Coordenadoria de Relações Internacionais (CoRI) estiveram no Gabinete do reitor Rangel Junior para comunicar a parceria formada com o instituto australiano.

O intercâmbio será realizado com total apoio da UEPB, através da CoRI. Segundo Cezilene Morais, coordenadora de Relações Internacionais da Instituição, é uma honra para a UEPB ter mais um aluno se destacando na mobilidade internacional. “A ida de Isabela acontece através de uma estratégia dela e do professor Carlos Meneses, e o trabalho da CoRI neste caso foi bem pequeno, diferente do calendário anual que costumamos lançar. O pesquisador da Austrália percebeu a potencialidade da pesquisa deles, o que resultou no convite. Continuaremos auxiliando no que for preciso”, frisou.

Entre as atividades desenvolvidas pelo QIMR Berghofer, estão as tentativas em melhorias da saúde, através do desenvolvimento de novos diagnósticos, tratamentos e estratégias de prevenção, especificamente nas áreas de câncer, doenças infecciosas, saúde mental e distúrbios complexos.

Texto e fotos: Giuliana Rodrigues