Abertas inscrições para curso de extensão “A Filosofia de Merlí” com oferta de 50 vagas

11 de março de 2019

O Departamento de Filosofia da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e a Pró-Reitoria de Extensão (PROEX) estão oferecendo o curso “A Filosofia de Merlí”. A atividade extensionista tem como objetivo contribuir para formação de docentes, sendo direcionada a professores de Filosofia do Ensino Médio, alunos de Licenciatura de Filosofia e outras licenciaturas. Gratuita, a iniciativa oportuniza 50 vagas e as inscrições podem ser efetivadas AQUI.

“Merlí”, série televisiva veiculada via Netflix, reacendeu a importância da Filosofia no Ensino Médio, afirmou o ministrante do curso, o professor Arthur Leandro da Silva Marinho. Nela, a chegada de um professor de Filosofia, ao Ensino Médio público de Barcelona, muda a rotina escolar. “A relevância deste curso coloca-nos a pensar as várias problemáticas da escola contemporânea, além dos desafios da gestão dela, tendo a vivência dos alunos como eixo das narrativas dos episódios. Além disso, esta não é uma série qualquer, pois cada parte possui como título uma corrente filosófica ou um pensador. Sendo assim, “Merlí” permite reafirmar a importância do aprendizado de Filosofia na Educação Básica. A série se configura como uma proposta metodológica em que o telespectador é convidado a refletir como se aprende a aprender Filosofia”, explicou.

O curso ocorrerá de 22 de março a 14 de junho, terá carga horária total de 60 horas [um encontro semanal], com certificados emitidos pela PROEX. Contará também com a participação da professora Carolina Barbosa de Albuquerque e disporá dos alunos Neto Ferreira e José Nitchelly, na monitoria. A previsão é que aconteça das 14h às 16h, às sextas-feiras, na sala 127 da Central de Integração Acadêmica (CIAc), situada no Campus I da UEPB, bairro de Bodocongó, em Campina Grande.

O professor enfatizou que a Filosofia está ligada às vivências dos jovens. “A discussão da série “Merlí”, dentro da Universidade, reforça o papel necessário que a Filosofia carrega no ambiente escolar e como, consequentemente, deve estar inserida no Ensino Médio. Inclusive, a série cria um espaço fecundo para uma abordagem e crítica à possibilidade da retirada da Filosofia do Currículo do Ensino Médio, debate sobremodo pertinente nos dias atuais, que têm a reforma dele como veio, bem como da aprovação da nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC). A ausência da Filosofia no Currículo do Ensino Médio vem demonstrar a perpetuação das velhas estruturas de poder nele instaladas”, endossou.

O professor explicou, ainda, que o Curso almeja levar os alunos a reconhecer em “Merlí” os traços de identificação entre o protagonista e o público, a partir de uma matéria atípica na televisão: Platão, Aristóteles, Kant, Freud, Arendt, Debord, Foucault, Butler, entre outros. “Há muito tempo temos nos preocupado com o Ensino. É esta inquietação que nos provoca a ‘re-pensar’ a aprendizagem e suas possíveis metodologias para o Ensino Médio. Sob essa nova perspectiva, somos convidados a revisar a relação aluno-professor por uma ótica antropológica e filosófica e, igualmente, localizar novas articulações entre saber e poder”, disse.

Nesse sentido, espera-se que ao final do curso os participantes possam desenvolver a capacidade de situar e analisar sua condição de docente, no intuito de clarificar melhor os desafios da prática pedagógica. Informações adicionais podem ser adquiridas por meio do telefone (81) 9 9868-7723 e pelo e-mail arthurlsmarinho@hotmail.com.

Texto: Oziella Inocêncio